PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dorival critica rotatividade de jogadores no SP e justifica saída de Renan

Dorival Júnior vai trocar Renan Ribeiro por Sidão - Érico Leonan / saopaulofc.net
Dorival Júnior vai trocar Renan Ribeiro por Sidão Imagem: Érico Leonan / saopaulofc.net

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

18/08/2017 12h09

Com a intenção de tentar se afastar da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o São Paulo enfrenta o Avaí neste domingo, fora de casa. Dorival Júnior vai promover mudanças na equipe. Por decisão técnica, Renan Ribeiro vai perder lugar para Sidão no gol. No meio de campo, Cueva, que desfalcou o time na rodada anterior diante do Cruzeiro, retorna ao time, enquanto no ataque, o suspenso Lucas Pratto será substituído por Gilberto.   

"Está sendo desenvolvido um trabalho muito sério com todos os goleiros. Espero que o Sidão seja muito feliz com esse retorno. Não descarto, em momento nenhum, uma possível volta do Renan. Tem de ter tranquilidade em um momento como esse. Pontuei que não é o fim do mundo. Pode buscar melhora futura profissional. E que o Sidão aproveite essa oportunidade", disse Dorival, que questionou o planejamento do São Paulo.

"São situações pontuais que acontecem dentro do clube. O São Paulo, nesse ano, teve uma rotatividade alta de atletas e isso atrapalha o desenvolvimento e o equilíbrio. Você acaba pagando um preço alto por isso. Vamos focar nos que estão aqui e tentar tirar o melhor deles. Se isso acontecer, vamos crescer", afirmou Dorival.

Além do desejo de reverter a situação do time na competição, o treinador também precisa lidar com as renovações de contrato de parte do elenco. Gilberto, por exemplo, tem vínculo só até o fim deste ano e já comunicou a direção de que não vai renová-lo pois gostaria de ser mais utilizado. Com acordo até maio de 2018, Renan Ribeiro é outro que ainda não definiu o seu futuro. 

"É uma posição minha [a saída do Renan], não tem nada a ver com outra situação. Só vejo o que acontece em campo. Gilberto não fará renovação e vai jogar, em situação bem semelhante. A mim, cabe ver o que acontece no campo. Todos são capacitados e têm condições de serem titulares, treinador analisa única e exclusivamente o trabalho de campo. Sobre o que acontece na volta, posso fazer um alerta, mas não sofro nenhum tipo de condição para escolher", afirmou Dorival, que criticou as declarações do empresário de Gilberto, Sandro Zardo, de que o atacante não seguirá no clube em 2018.

"Empresário tem de se limitar a empresariar, não tem de tem de palpitar. Conversei com o Gilberto, tenho confiança nele, que já foi meu atleta. Ele sabe que ficou afastado de alguns trabalhos na minha chegada, talvez não tenha sido aproveitado em razão disso. Me admira a declaração dada, acho que o empresário não tem a dimensão do clube em que o Gilberto joga."

O Tricolor ocupa a 16ª posição na tabela do nacional, com 22 pontos, um a mais do que o adversário deste fim de semana (o 18º). Outro problema da equipe é o desempenho fora de casa. Longe do Morumbi, o São Paulo só conquistou uma vitória e um empate até o momento - campanha superior apenas a do lanterna Atlético-GO. Para complicar ainda mais a situação, Pratto ainda deve ser julgado pelo STJD e pode pegar até seis jogos de suspensão pela expulsão contra o Cruzeiro.

"Já vi outras jogadas no Campeonato Brasileiro que não deram em nada. Agressões que não deram nada. Lance de jogo. A reação dele atleta talvez mostre nada daquilo que tenha sido denunciado", opinou Dorival.

Futebol