Topo

Futebol


Grêmio fecha acordo com Avaí e pagará R$ 2,8 milhões por atacante

Dionathã está no Grêmio desde os 15 anos e renovou até o final de 2019 - Rodrigo Fatturi/Grêmio
Dionathã está no Grêmio desde os 15 anos e renovou até o final de 2019 Imagem: Rodrigo Fatturi/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

15/08/2017 15h05

Grêmio e Avaí se acertaram pelos direitos econômicos de Dionathã, 19 anos. Depois de ação judicial do clube catarinense, por assinatura do primeiro contrato profissional do atacante, os times fecharam acordo por R$ 2,8 milhões. O valor será pago em 10 parcelas.

Dionathã trocou o Avaí pelo Grêmio quando tinha 15 anos e recentemente renovou contrato com o clube gaúcho até o final de 2019.

O Avaí entrou na Justiça alegando que o Grêmio não pagou pela transferência do jovem, à época ainda sem contrato profissional, e pedia indenização de R$ 23 milhões. O caso estourou às vésperas do jogo entre os dois clubes pelo Brasileirão e desde então foi iniciada negociação para acordo. No final da semana passada, o acerto foi fechado.

Dionathã é um dos jovens que receberá mais espaço no elenco principal nas próximas semanas. Diante do Botafogo, no último domingo, ele entrou no segundo tempo. A estreia no time profissional já era preparada há tempos e foi adiada justamente pelas tratativas jurídicas.

Dono de bom arremate de média e longa distância, Dionathã ganhou pontos ao longo da temporada na base do Grêmio e a fama chegou até a comissão técnica principal. Carente de jogadores ofensivos por conta da maratona de jogos, Renato Gaúcho chamou o atacante para compor o elenco em caso de necessidade.

Além de Dionathã, o Grêmio dará espaço nos próximos jogos do Brasileirão a Conrado (meia de origem que também atua como lateral), Jean Pyerre, Patrick (meias), Batista e Jadson (atacantes).

Mais Futebol