PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lugano vê proposta só para agradar torcida e cogita dizer não ao São Paulo

Lugano está na segunda passagem pelo São Paulo, iniciada em janeiro de 2016 - Marcelo D. Sants/Estadão Conteúdo
Lugano está na segunda passagem pelo São Paulo, iniciada em janeiro de 2016 Imagem: Marcelo D. Sants/Estadão Conteúdo

Bruno Grossi, José Eduardo Martins e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo (SP)

20/06/2017 11h40

Ainda nesta semana, o São Paulo deve ver o entrave da renovação com Diego Lugano ser resolvido, mas o desfecho pode ser muito diferente do desejo da maior parte da torcida. O uruguaio recebeu a proposta tricolor na última segunda-feira, entretanto, cogita recusá-la diante do tratamento dado ao caso pelos dirigentes do Morumbi. O zagueiro vê a oferta como um ato de obrigação da diretoria apenas para agradar a torcida. 

Os valores não foram considerados um problema por Lugano, enquanto a demora para procurá-lo, sim, deixou o ídolo magoado. O uruguaio sente o clube dividido sobre seu futuro e que isso poderia se tornar um problema. E, pelos torcedores, não quer ser um peso.

O vínculo de Lugano com o Tricolor termina em 30 de junho, ou seja, tem apenas mais dez dias de duração. A tendência é que já nesta semana seja dada a resposta final do camisa 5, que também se incomoda com o discurso sobre uma festa de despedida para dezembro.

Na proposta são-paulina, o beque ficaria no clube por mais seis meses e receberia homenagens no fim do ano, mas a intenção é ter até mais duas temporadas de carreira. A ideia dos dirigentes é dar 40% da renda do jogo festivo como pagamento pela renovação, que teria salários somente em carteira, sem direitos de imagem. 

O técnico Rogério Ceni, embora tenha escalado o amigo apenas oito vezes no ano, se mostrou publicamente favorável à renovação, bem como os jogadores. Liderada por Sidão, parte do grupo chegou a postar vídeo pedindo que o Tricolor renovasse com o zagueiro. Os jogadores consideram Lugano peça fundamental para o dia a dia do elenco, por mais que não entregue tanto na parte técnica. Já a torcida tem feito protestos a cada jogo e diariamente nas redes sociais reclamando do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva pela indefinição do caso.

Se Lugano recusar a renovação e sair, ele deve ser a terceira baixa da defesa somente nesta semana. Lucão, depois de falhar contra o Atlético-MG e incomodar os dirigentes pela postura em entrevista, espera propostas e não fará o sétimo jogo no Campeonato Brasileiro. Já Maicon tem oferta do Galatasaray e precisa fechar os salários com o time turco para que a venda seja concluída. Por outro lado, o equatoriano Robert Arboleda, da Universidad Catolica de Quito, é esperado para assinar contrato de três anos nos próximos dias.

Futebol