PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'Paizão' do Grêmio se valoriza R$ 39 milhões e rejeita comparação com Pogba

Walace é chamado de "Paizão" por colegas de Grêmio e não quer apelido de Pogba - Lucas Uebel/Grêmio
Walace é chamado de 'Paizão' por colegas de Grêmio e não quer apelido de Pogba Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

23/05/2016 06h00

Paizão, é assim que os colegas de Grêmio chamam o volante Walace, de apenas 20 anos. O apelido se refere exatamente à idade. Os companheiros brincam que o marcador, que mede quase 1,90 de altura, não tem apenas isso de idade. E em campo ele também mostra comportamento de um experiente e pronto para jogar na Europa. 

Tanto que em dois anos, sua valorização superou qualquer marca esperada. A contratação aconteceu por conta de uma dívida de R$ 500 mil que o Avaí tinha com o Grêmio no empréstimo do meia Marquinhos. Como o clube catarinense não conseguiu pagar para manter o jogador, enviou Walace ao Tricolor como 'cláusula de compra'. 
 
Mas dois anos depois o jogador está avaliado em 10 milhões de euros (R$ 39,5 milhões). É repetidamente comprado a Paul Pogba - volante da seleção da França - por jornais europeus e um alvo certo da próxima janela de transferências. Em entrevista ao UOL Esporte, o marcador avaliou as comparações, elogiou o francês, mas disse que prefere evitar apelidos. Ainda comentou o crescimento na carreira e a chance de se transferir. 
 
Você chegou ao Grêmio como jogador de base, em pouco tempo virou titular e hoje é especulado em grandes da Europa: Como você vê este crescimento e a velocidade que as coisas aconteceram?
Walace: Primeiramente eu fico feliz com a velocidade que tudo aconteceu, mas ao mesmo tempo, isso tudo é fruto de bastante trabalho. Fico feliz também pelas sondagens de outros clubes já que isso é sinal que o que estou fazendo está evoluindo. 
 
Mesmo com pouca idade, você já passou por grandes jogos, seleção de base e foi convocado pra principal na pré-convocação da Copa América. Se considera experiente, e o quanto isso te ajuda? 
Walace: Acho que experiência a gente adquire a cada treino e a cada jogo. Ainda sou novo, mas claro que me considero muito mais experiente do que quando comecei. 
 
Entre os jogadores do Grêmio, teu apelido é 'Paizão', como é essa brincadeira? 
Walace: (Risos) Eles botaram esse apelido porque dizem eles que não tenho a idade que tenho (Risos). Pura sacanagem!
 
Você acha que está no momento certo para jogar na Europa?
Walace: Eu acho que estou numa evolução boa, vontade de ir eu nunca escondi, acho que está no momento, sim. 
 
Outra brincadeira que a torcida faz, e até os jornais europeus também fizeram, é a sua comparação com Pogba. O apelido de PogWalace, os estrangeiros falando de 'Pogba Brasileiro'.... O que você acha disso? Gostas do futebol do francês?
Walace: Gosto do futebol dele, acho que na posição é um dos melhores do mundo, mas não sou muito chegado ao apelido. Ele tem a história dele, eu quero fazer a minha e ainda falta muito para eu chegar no nível dele.
 
Qual seu objetivo para esta temporada? Achas que conclui o ano no Grêmio?
Walace: Meu objetivo é fazer uma boa temporada, se Deus quiser com títulos . Eu, enquanto estiver no Grêmio, tenho que pensar só no Grêmio. Não sei o que pode acontecer lá na frente.
 
Você subiu ao principal com Felipão e estreou em um Gre-Nal... Como foi essa experiência? 
Walace: Foi marcante. Foi uma grande experiência que levo pro resto do vida e me ajudou a amadurecer. 
 
Neste ano você aprimorou a conclusão e passou a marcar bonitos gols (já fez quatro na temporada). Foi um pedido do Roger? Pode te ajudar na Europa, não é?
Walace: Sim, professor me ajuda e ensina demais. Isso está me trazendo está característica nova. Não sei se tem perfil europeu. Só acho que jogador moderno hoje precisa evoluir sempre. 
 

Futebol