PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Napoli só empata com Milan e perde chance de reassumir a ponta do Italiano

Do UOL, em São Paulo

22/02/2016 18h56

O Napoli, em casa, no estádio San Paolo, nesta segunda-feira (22), perdeu a chance de retomar a liderança do Campeonato Italiano, ao empatar com o Milan em 1 a 1.

Lorenzo Insigne, do time mandante, abriu o placar, aos 38 minutos do primeiro tempo. Pouco depois, aos 43, Bonaventura devolveu igualdade ao marcador.

Nesta mesma 26ª rodada, a Juventus, na última sexta-feira (19), ficou no 0 a 0 com o Bologna, e chegou aos 58 pontos. O Napoli, caso vencesse, voltaria à ponta do nacional, mas, com empate, segue como vice, agora com 57 pontos.

Ainda assim, o clube se mantém como melhor anfitrião desta edição da competição. São 10 vitórias no San Paolo, além de três empates e nenhuma derrota.

O Milan, apesar dos oitos jogos de invencibilidade, faz, outra vez, campanha decepcionante no Italiano. O time continua na 6ª posição, com 44 pontos, quatro atrás da rival Inter de Milão – que, em 5º, é a primeira equipe na zona de classificação à Europa League.

Na próxima rodada, o Napoli vista a Fiorentina, que ainda sonha com o título, na segunda-feira (29). Antes, no sábado, o Milan recebe o Torino, no San Siro. No domingo, jogo que interessa aos dois: Juventus e Inter se enfrentam em Turim. 

Os gols   

O Napoli se lançou atrás do primeiro gol, mas o Milan se mostrou solido na defesa e impedia as chegadas do rival na área. O jeito foi arriscar de longe: Insigne soltou o pé, um chute despretensioso que desviou no zagueiro brasileiro Alex, enganou o jovem goleiro Donnarumma, e morreu no fundo da rede, no canto esquerdo baixo.

Se o clube mandante abriu a contagem aos 38 minutos da metade inicial, o Milan respondeu rápido, aos 43. Já fazia tempo que os visitantes não iam à frente quando Honda cruzou da direita e Bonaventura, no segundo poste, empatou a partida. 

Trave impede liderança do Napoli

Já com a partida empatada em 1 a 1, o Napoli, com o belga Mertens, aos 22 minutos do segundo tempo, carimbou a trave em chute seco. No lance, o goleiro Donnarumma já estava batido. Seria o tento da vitória (e da liderança), mas o poste impediu. 

Higuaín, nos acréscimos, também teve duas chances. Em ambas, finalizou nas mãos do arqueiro rival. 

Futebol