PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro ainda vê grupo cheio e pode se desfazer de até três jogadores

Plantel com 35 jogadores ainda é considerado cheio pela diretoria e comissão técnica - Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Plantel com 35 jogadores ainda é considerado cheio pela diretoria e comissão técnica Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

16/02/2016 15h51

O meia Gabriel Xavier pode não ser o último jogador a deixar o Cruzeiro neste início de temporada. Sem pretensões para trazer reforços, pelo menos por enquanto, diretoria e comissão técnica trabalham com um planejamento de 32 ou no máximo 33 nomes no elenco. Atualmente, o grupo profissional conta com 35 atletas, o que abre a possibilidade de eventuais três negociações na porta de saída.

O nome mais cotado e próximo de se despedir da Toca é o do zagueiro Douglas Grolli, que negocia sua transferência para a Ponte Preta. Outros dois jogadores ainda teriam que ser analisados. Dos atletas presentes no plantel, nove são reforços contratados neste início de ano e cinco foram recentemente promovidos das categorias de base.

“Nosso desejo é trabalhar com 32 atletas. É mais produtivo para o clube e para o desenvolvimento do trabalho. Temos jovens com muito potencial, que precisam de espaço. Se nós ficamos com numero excessivo, eles não conseguem desenvolver trabalho no dia a dia. Estamos trabalhando nisso, mas com responsabilidade. Temos 35, com Judivan, que está lesionado, e quatro goleiros”, comentou o diretor de futebol, Thiago Scuro.

Vale lembrar que a nova estratégia para empréstimos do Cruzeiro vem dando certa até agora. Buscando enxugar sua folha salarial, o clube só libera seus jogadores fora dos planos mediante pagamento integral dos salários por parte da futura equipe. Até o momento, 19 atletas já foram emprestados e somente o volante Uelliton permanece na Toca, mas não tem chances reais de ocupar um lugar sequer no banco de reservas.

Futebol