PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mesmo banido, Blatter quer participar de eleições da Fifa

Joseph Blatter terá recurso julgado dez dias antes da eleição da Fifa - Arnd Wiegmann/Reuters
Joseph Blatter terá recurso julgado dez dias antes da eleição da Fifa Imagem: Arnd Wiegmann/Reuters

Do UOL, em São Paulo

29/01/2016 14h12

Mesmo suspenso por oito anos de qualquer atividade relacionada ao futebol, o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, planeja comparecer à eleição da entidade em 26 de fevereiro. Em entrevista à AP, o porta-voz de Blatter, Thomas Renggli, disse que o dirigente não se considera oficialmente banido.

De acordo com Renggli, "apenas o congresso (da Fifa), de acordo com os estatutos, pode retirar Blatter de seu mandato". A punição contra o suíço foi decidida pelo comitê de ética da Fifa, um órgão independente.

Em 16 de fevereiro, dez dias antes da eleição, Blatter irá à Fifa para a audiência que julgará seu recurso da suspensão. Caso o dirigente não seja absolvido nesse dia, uma nova instância não terá tempo de julgá-lo novamente até o dia do pleito, e ele seguirá banido.

Blatter e o ex-presidente da Uefa e vice da Fifa, Michel Platini, foram suspensos no ano passado, acusados de corrupção. Sem o dirigente francês, que era favorito para suceder Blatter como presidente da Fifa, os candidatos na eleição serão Ali Bin Al-Hussein (Jordânia), Salman Bin Ebrahim Al-Khalifa (Bahrein), Jerôme Champagne (França), Gianni Infantino (Itália) e Tokyo Sexwale (África do Sul).

Futebol