PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ronaldo explica por que não jogou e espera por reforços no Corinthians

Ronaldo concede entrevista em Fort Lauderdale durante amistoso com Corinthians - UOL Esporte
Ronaldo concede entrevista em Fort Lauderdale durante amistoso com Corinthians Imagem: UOL Esporte

Dassler Marques

Do UOL, em Fort Lauderdale (Estados Unidos)

23/01/2016 18h30

Sócio do Fort Lauderdale Strikers-EUA, Ronaldo acompanha preocupado o amistoso de seu clube com o Corinthians, neste sábado, no Lockhart Stadium. O receio tem maior relação com o momento corintiano, que perdeu cinco titulares, do que propriamente com o do Strikers.

De acordo com o Fenômeno, o pequeno clube de Fort Lauderdale deverá evoluir com melhor planejamento para a segunda temporada dele à frente da sociedade. Mas, Ronaldo deixa claro, sem calçar as chuteiras novamente.

CONFIRA AS DECLARAÇÕES DE RONALDO:

CORINTHIANS NA LIBERTADORES
Vamos ver o que vai acontecer no mercado. O Corinthians vendeu muitos jogadores e não anunciou a mesma quantidade. Vamos ver como vai começar, vamos esperar fechar o mercado também.

DESMANCHE
A saída de jogadores é uma pena. A crise no Brasil é tão forte que afeta a todos. Se o jogador tem uma oferta financeira um pouco interessante, os clubes têm seu orçamento a cumprir e é muito difícil manter hoje, no Brasil, aquele jogador que se destaca.

PARCERIA CORINTHIANS E STRIKERS?
A gente se espelha muito no Corinthians. Estive desde o início nesse projeto, talvez fui o maior incentivador desse projeto do Corinthians, que hoje tem uma excelente estrutura, um centro de treinamento e estádio. Quando cheguei ao Corinthians, não tinha nada. Queremos replicar tudo isso aqui. A parceria só ajuda, a troca de informação, o amistoso, o Bruno Mazziotti (ex-fisioterapeuta) veio aqui implementar projeto de prevenção de lesões. Estamos dividindo muitas coisas. O orçamento do Strikers é muito menor, mas na medida do possível direcionamos o clube para o melhor caminho.

PLANOS PARA SEGUNDA TEMPORADA À FRENTE DO STRIKERS
O orçamento é muito pequeno. A estrutura era muito precária e a gente está mexendo, mudando a organização e a administração. Procurando dar a melhor estrutura possível aos jogadores. Fechamos um novo centro de treinamento, mesmo diante dessa crise conseguimos um bom patrocinador (Guaraviton). Estou animado para esse ano, o time começou bem a pré-temporada para melhorar ainda mais o resultado do ano passado, que chegamos em quarto lugar com toda a dificuldade.

VOLTA AOS GRAMADOS
Eu joguei tênis a semana inteira passada em Bahamas. Mas aí me machuquei, é a idade, amigo (risos). (...) Eu Já corri muito, os rapazes hoje em dia correm muito, deixa para eles (risos).

NR.: Ronaldo foi convidado para participar do All Star Game para ex-jogadores na Flórida Cup, mas recusou. Também havia cogitado jogar pelos Strikers na reta final da NASL (North American Soccer League).

Futebol