PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians pede crédito em meio a desmanche e quer formar novos jogadores

Gil se despediu do Corinthians nesta terça-feira e aumentou desmanche no campeão - Dassler Marques/UOL Esporte
Gil se despediu do Corinthians nesta terça-feira e aumentou desmanche no campeão Imagem: Dassler Marques/UOL Esporte

Dassler Marques

Do UOL, em Orlando (EUA)

19/01/2016 22h00

Edu Gaspar foi escolhido no Corinthians para atender os jornalistas na noite desta terça-feira, em Orlando. A missão do gerente de futebol foi clara: pedir credibilidade à direção depois de perder Gil, o quinto titular negociado com o exterior desde o título brasileiro. De acordo com ele, a ideia é tentar novamente formar os melhores jogadores do país, como em 2015.

"Fomos extremamente criticados na saída do Anderson Martins e o Felipe está aí. Não chegaram aqui os melhores do Brasil. Estão saindo os melhores do Brasil. Nada impede que também se faça novamente os outros melhores do Brasil", disse Edu.

"O Gil não era o melhor quando chegou. O Renato veio contestado por lesões. O Jadson era inconstante. O Ralf, como ele veio? Por que não podemos fazer isso de novo? A gente pode trazer um atleta e formar outro Gil", argumentou o dirigente.

"Você tem vários ganhos quando trabalha assim. O técnico, o econômico e o esportivo. Isso (trabalhar com essa perspectiva) traz uma viabilidade econômica boa para o clube. Temos o melhor treinador do Brasil e que pode assumir, como sempre assume, essa responsabilidade para de novo montar um grande elenco", complementou.

Depois de confirmar a chegada do meia-atacante Guilherme e do volante Willians, o Corinthians procura pelo menos mais três nomes: um zagueiro, um meio-campista e um centroavante são as maiores carências do elenco.

Futebol