PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter torna Fernandão 'eterno' com memorial. Estátua será inaugurada dia 17

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

12/12/2014 11h50

Fernandão foi eternizado em uma parede do Beira-Rio. Morto em junho em acidente de helicóptero, o maior ídolo da história do Colorado recebeu homenagens em um memoria que lembra os feitos pelo clube, inaugurado nesta sexta-feira (12). Com a presença da esposa e dos filhos do ex-atacante, as glórias do passado foram lembradas. No próximo dia 17, o clube inaugura uma estátua em tamanho real do atleta no pátio do estádio. 

"Convivi muito tempo com o vestiário do Inter, como diretor ou presidente. Fernandão foi o único jogador com quem tive uma relação de amizade. Fora o que significou para o clube", disse o presidente Giovani Luigi. 
 
Fernanda, viúva de Fernandão, e os filhos Eloá e Enzo estiveram presentes para inaugurar o memorial, que conta com fotos, a camisa utilizada no mundial e o par de chuteiras também usados no título de 2006. O local fica na parede interna que dá acesso às cadeiras inferiores e estará aberto à torcida durante o mês de dezembro. 
 
"Eu tento não pensar. Se eu olho para cada imagem e fico lembrando, não consigo me segurar e choro muito. Eu lembro de cada momento destes [das fotos expostas na parede], de cada sensação que vivemos. Por isso, eu tento me manter forte em momentos assim", disse Fernanda.  "É incrível. Nunca esperamos tudo que está acontecendo. Quando as pessoas me encontram na rua e ficam sabendo quem eu sou, me abraçam, me passam força, mesmo sem nunca terem me visto antes. É incrível tudo que ele fez e significou", completou. 
 
Quando Fernandão morreu, o Beira-Rio estava fechado pela Fifa para Copa do Mundo. Os torcedores, prontamente iniciaram homenagens improvisadas criando um memorial espontâneo na antiga Central de Visitantes do estádio. 
 
Todas as frases e homenagens prestadas serão conservadas pelo clube, estão cobertas e recebem cuidados. Agora, há esta nova lembrança no estádio e no próximo dia 17, uma estátua em tamanho real será inaugurada no pátio da casa vermelha. 
 
Fernandão se consolidou como maior ídolo da história do Inter ao conquistar os títulos da Libertadores e do Mundial de Clubes de 2006 pelo Colorado. Foi capitão nas conquistas e expoente do time. Atuou em Porto Alegre entre 2004 e 2008. Tem ainda marcado na história o gol 1000 marcado em Gre-Nais e outros tantos títulos pelo clube. 
 

Futebol