PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro topa Damião por empréstimo, mas só se dividir salário com o Santos

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

10/12/2014 06h00

Após receber a visita do empresário Renato Duprat, que representa o grupo de investidores Doyen Sports no Brasil, na Toca da Raposa, semana passada, a diretoria do Cruzeiro fez a primeira proposta ao Santos para contratar o atacante Leandro Damião.

Os dirigentes mineiros ficaram empolgados com a possibilidade de contar com Damião para a vaga de Marcelo Moreno, que deve retornar ao Grêmio. Os cruzeirenses, no entanto, ficaram assustados ao saber quanto o camisa 9 do Santos ganha. O atleta recebe entre salário, direitos de imagem e luvas cerca de R$ 700 mil mensais.

Apesar disso, a cúpula celeste não desistiu do atleta e, inclusive, ofereceu ao Santos, por intermédio do agente, um esquema semelhante ao do São Paulo para contar com Alexandre Pato. O Cruzeiro quer Damião por empréstimo e, além disso, espera que o Santos pague metade do salário.

Apesar de negar o interesse em Damião, o UOL Esporte apurou que o diretor de futebol, Alexandre Mattos, participou da primeira conversa com Renato Duprat.

A evolução da negociação, entretanto, depende do resultado das eleições à presidência do Santos, remarcada para o próximo sábado, após suspeita de fraude na semana passada. O candidato da atual diretoria, Nabil Khaznadar, já conversou com Duprat e deu “carta branca” para o investidor negociar Damião. As transações devem evoluir caso Nabil vença o pleito.

Em contrapartida, no caso de vitória de Modesto Roma, Fernando Silva, José Carlos Peres ou Orlando Rollo, a contratação corre o risco de não ocorrer. Os três primeiros falam em recuperar o centroavante, enquanto Rollo espera negociá-lo para “amenizar o prejuízo”.

No Cruzeiro, o técnico Marcelo Oliveira já aprovou a contratação e, inclusive, colheu informações do centroavante com Oswaldo de Oliveira, ex-treinador do clube da Baixada. O comandante celeste gostou do que ouviu e aguarda a definição das negociações.

"Cabe ao técnico estar monitorando e pegando referências. Dentre eles, está o Leandro Damião também. As diretorias têm que se resolver. Não precisa nem fazer consultas para saber que o Leandro Damião é um definidor de jogadas. Sabemos que é um grande atacante. Embora não viva um bom momento, poderia ajudar qualquer equipe", afirmou.

Além de Damião, o agente da Doyen Sports ofereceu Lucas Lima ao Cruzeiro. Duprat, que detém 80% dos direitos econômicos do meia, quer repassá-lo, pois acredita que a boa fase da equipe celeste dará mais visibilidade aos seus jogadores.

O Santos é detentor dos direitos federativos e tem contrato de quatro anos com Lucas Lima, mas o clube não possui nenhuma porcentagem dos direitos econômicos, já que os 20% restantes pertencem ao Internacional-RS.

Para ajudar o Cruzeiro nas negociações, Damião e Lucas Lima estão insatisfeitos com a crise financeira do Santos. Assim como todo o elenco santista, a dupla não recebe os direitos de imagem há quase três meses.

Leandro Damião
Leandro Damião
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','48921', '')

Futebol