PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Presidente mais vitorioso da história do Grêmio, Fábio Koff vence eleição e volta após 16 anos

Fábio Koff volta a ser presidente do Grêmio para os próximos dois anos do clube - Wesley Santos/Pressdigital
Fábio Koff volta a ser presidente do Grêmio para os próximos dois anos do clube Imagem: Wesley Santos/Pressdigital

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

21/10/2012 20h44

Fábio Koff é o novo presidente do Grêmio. Em eleição realizada neste domingo, 13.547 votaram, destes 7.696 sócios do clube elegeram o presidente para os primeiros dois anos da 'era Arena'. Mandatário mais vitorioso da história do clube, Koff volta a comandar a agremiação após 16 anos.

Era Fábio Koff que presidia Grêmio nas conquistas da Libertadores e do Mundial de 1983. E o mesmo estava no leme na Libertadores de 1995. O currículo é vasto.

Será a terceira vez que Koff ocupará o cargo máximo no Grêmio. Entre 1982 e 1984 e depois entre 1993 e 1996. Neste tempo, além dos maiores títulos da história gremista ainda foram conquistados a Recopa e o Brasileiro de 1996, a Copa do Brasil de 1994 e três Campeonatos Gaúchos.

Desde início da manhã a movimentação foi intensa no pátio do estádio gremista. Ao todo13.547 votaram, sendo que 5.583 [5.556 válidos] o fizeram pelos correios - em ação inédita e 7.935 em voto presencial. Do total, 7.696 escolheram a chapa 01, de Fábio Koff, o que totaliza 57,5%. Outros 4.951 votaram na chapa 04, de Paulo Odone, 36,7%, e 843 votaram em Homero Bellini Júnior.

"Um lindo sentimento me toma neste momento. Volto à presidência do Grêmio depois de 1996. Portanto há 16 anos atrás. Tenho me controlado para não extravasar meus sentimentos internos. Vou completar 8 anos na presidência do Grêmio. Fui buscar os companheiros mais adequados", disse em entrevista coletiva.

"O Conselho Deliberativo tem muita satisfação com o que ocorre no retorno de Koff. Nos colocamos totalmente à disposição para que cheguemos onde todos almejam", disse o presidente do Conselho Deliberativo Raul Régis de Freitas Lima.

Agora, Koff assume o clube no fim deste ano, após a inauguração da Arena. Será ele o mandatário pelos próximos dois anos: 2013-2014. Junto a ele, assumem seus vice-presidentes, que formarão o Conselho de Administração. São eles: Adalberto Preis, Nestor Hein, Odorico Roman, Marcos Hermann, Renato Moreira e Romildo Bolzan Júnior.

Koff teve campanha reforçada por ex-jogadores no pátio do Olímpico. Adílson Batista, Hugo de León, Jardel, todos estiveram na casa gremista convencendo sócios a escolher pela chapa 01.

"Perdi a eleição para uma legenda. Todos acreditam que vamos ser campeões do mundo novamente com o Koff. E por isso perdemos para eles", reconheceu Paulo Odone, antes mesmo do fim da apuração.

O novo presidente já começa a tomar ciência das situações do clube em reuniões periódicas que ocorrerão para transição de comando. Koff, logo de cara, trabalhará em questões do futebol para renovações de contrato como Vanderlei Luxemburgo e atletas importantes.

Futebol