PUBLICIDADE
Topo

Egito

Jogador mais velho das Copas troca de clube e avisa: "Idade é só um número"

Essam El Hadary, 45 anos, pega pênalti contra a Arábia Saudita no jogo em que bateu recorde - Getty Images
Essam El Hadary, 45 anos, pega pênalti contra a Arábia Saudita no jogo em que bateu recorde Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/07/2018 03h48

Classificação e Jogos

Depois de se tornar o jogador mais velho a entrar em campo na história das Copas do Mundo, o goleiro Essam El-Hadary trocou de equipe nesta segunda-feira (2) e mostrou que aposentadoria ainda não faz parte de seus planos.

- Veja a tabela completa, as datas e as chaves das oitavas de final
- NeymarS/A: a engrenagem por trás do maior jogador do Brasil

O egípcio deixou o Al-Taawoun, da Arábia Saudita, e agora vai defender o Ismaily, do seu país natal, com quem assinou contrato válido por uma temporada. "Vou provar para todos que idade é só um número", avisou, em entrevista ao site oficial do clube.

El-Hadary entrou para a história dos Mundiais no último dia 25 de junho, quando, aos 45 anos, cinco meses e dez dias, defendeu o Egito na partida contra a Arábia Saudita, pela última rodada do Grupo A. Os africanos perderam por 2 a 1, mas o goleiro ainda coroou seu recorde pegando um pênalti.

Esta será a terceira passagem do veterano pelo Ismaily na sua longa carreira. "Quando os dirigentes me ligaram, aceitei sem hesitar. Sou fã do clube e de seus torcedores", disse El-Hadary. "Venho para ajudar o time a levantar troféus novamente", completou.

Vice-campeão do Campeonato Egípcio em 2017/2018, o Ismaily disputará a Liga dos Campeões Africanas na próxima temporada. Outra meta é encerrar o jejum de conquistas nacionais, que já dura desde 2002. 

Egito