PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

Apesar de protesto e fala de Renato, Grêmio não terá reservas no Brasileiro

Renato Gaúcho projetou mais um Gre-Nal - GettyImages
Renato Gaúcho projetou mais um Gre-Nal Imagem: GettyImages
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

25/01/2021 18h58

Após o Gre-Nal, o técnico gremista Renato Gaúcho defendeu que o time usasse só reservas para no restante do Brasileiro em represália a supostos erros de arbitragem. A diretoria gremista apoio a indignação do treinador e reclamará do árbitro na CBF. Ao blog, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., descartou a utilização de suplentes na Série A.

No jogo, Renato ficou indignado pela marcação de um pênalti em mão de Kaneman. Ainda reclamou de uma suposta penalidade sofrida por Ferreirinha. "É só o presidente me autorizar que vamos utilizar a garotada, a transição", disse o técnico, após o jogo.

Questionado, Romildo afirmou que o Grêmio não usará reservas no Brasileiro. Mais cedo, em entrevista coletiva, ele tinha deixado essa posição em aberto e mostrado apoio a Renato pela sua indignação. E manteve o tom.

O Grêmio vai encaminhar uma reclamação para a CBF com protesto contra a atuação do árbitro Luiz Flavio de Oliveira. Além das duas penalidades, há a visão de que o VAR não verificou invasão da área no pênalti. "Vamos fazer sim (a reclamação). Sem querer respostas porque não acreditamos que a comissão de arbitragem seja isenta", afirmou Bolzan Jr.

Rodrigo Mattos