Perrone

Perrone

Siga nas redes
ReportagemEsporte

Como nova direção do Corinthians quer reduzir risco de contratação errada

Usar as estatísticas para diminuir as chances de erros nas contratações será uma das principais estratégias do Corinthians na gestão de Augusto Melo. O presidente eleito vai ser empossado no início de janeiro.

O plano é reforçar o Cifut (Centro de Inteligência do Futebol) para que todas as contratações sejam lastreadas pela análise dos desempenhos dos possíveis contratados. Um analista de mercado será figura central nessa engrenagem.

A ideia é que todas as necessidades de contratações sejam discutidas entre o treinador (hoje Mano Menezes), o executivo (Rodrigo Caetano é o preferido) e o diretor estatutário de futebol, cargo que ficará com o conselheiro vitalício Rubens Gomes.

Além de apontar as carências do time, o técnico tem liberdade de sugerir nomes. Só que a sugestão não é garantia de que o Corinthians tentará contratar o indicado. Caberá ao Cifut, por meio da área de análise de mercado, levantar os dados dos desempenhos dos eventuais indicados pelo técnico e de outros atletas da posição com as características exigidas. Os jogadores com melhores números formarão a lista final a ser apresentada para o técnico. O treinador não poderá escolher um atleta fora da relação preparada a partir das estatísticas.

Receber a sugestão de um empresário, submetê-la diretamente ao técnico e fechar a contratação caso ele goste do nome é um caminho que a nova diretoria promete evitar.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes