PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Preso na Rússia, Robson voltará ao Brasil em meio a aproveitamento politico

Robson, preso há mais de dois anos na Rússia desde 2019, com o filho - Reprodução
Robson, preso há mais de dois anos na Rússia desde 2019, com o filho Imagem: Reprodução
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

02/05/2021 13h25

Jair Bolsonaro disse no domingo que o governo russo deu sinal verde para que o brasileiro Robson Nascimento de Oliveira, preso na Rússia há mais de dois anos, volte ao Brasil nos próximos dias. O ex-motorista do meia Fernando, ex-Spartak Moscou e hoje no Beijing Guoan, estava detido há mais de um ano e meio quando presidente da República falou pela primeira vez sobre o assunto, que já ocupava enorme destaque na mídia.

O jogador Felipe Mello teria relatado a Bolsonaro o caso do homem preso por porte de medicamentos que são proibidos na Rússia. O blog apurou que os dois advogados de Robson, um russo e um brasileiro, não sabiam que ele fora libertado até o começo da tarde deste domingo. O filho dele também desconhecia o fato. A expectativa é pela assinatura do presidente Vladimir Putin no documento que autorizará a volta ao país.

Nove meses antes da primeira manifestação do presidente da República a respeito, o blog publicou - clique aqui e leia - entrevista com o advogado de Robson sobre a necessidade de empenho dos políticos pela liberdade do brasileiro por intermédio de ações diplomáticas que partiriam do governo federal. E levaria o período de uma gestação para que o presidente da República falasse sobre o caso pela primeira vez: "O mais importante seria uma ação do governo solicitando a extradição. É a única saída", enfatizou Olímpio Soares no começo do ano passado.

O então presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também foi procurado pelo advogado, sem sucesso. Uma carta assinada por ele e enviada à Embaixada da Rússia em Brasília seria de enorme importância, disse, na ocasião. Na época, o blog também procurou o deputado para questionar a respeito, mas não obteve qualquer resposta.

O que mais importa no momento é a liberdade de Robson, claro. Ela deverá acontecer na próxima quinta-feira. Toda a ajuda a uma vítima de algo tão revoltante, injusto, é bem-vinda, evidentemente. Mas o aproveitamento político do episódio seria abjeto. Que depois de tanto sofrimento ele possa reconstruir sua vida, em paz.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL