Topo

Futebol


Rio Branco é absolvido no TJD-PR e Paraná segue rebaixado no Paranaense

Do UOL Esporte

Em Curitiba (PR)

03/05/2011 22h32

Em julgamento na noite desta terça, no Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR), o Rio Branco de Paranaguá  escapou da punição de perda de pontos , por escalar irregularmente o atacante Adriano em seis partidas do Campeonato Paranaense. Por 6 votos a 3, o Pleno do tribunal entendeu que o clube não poderia ser responsabilizado sozinho pelo erro de inscrição do atleta. 

ENTENDA O CASO

Adriano de Oliveira Santos foi inscrito pelo Rio Branco no Paranaense com o nome de um quase homônimo, Adriano Oliveira dos Santos. O problema começou quando o clube de Paranaguá solicitou a transferência do primeiro, que teria registro na Federação Paulista de Futebol.

Esta, porém, não encontrou o atleta e indicou o nome do homônimo, registrado na Federação Capixaba. A confusão foi percebida quando o Formiga-MG, contratou o verdadeiro Adriano e não havia registro no Espírito Santo. Neste ínterim, Adriano de Oliveira Santos já havia disputado seis partidas pelo Rio Branco.

Com a decisão, o Paraná segue rebaixado para a segunda divisão do Estadual. O clube da Vila Capanema se colocou como terceiro interessado no resultado julgamento, pois, se o time de Paranaguá fosse punido, este é quem cairia.

O caso, porém não deve para por aí, pois os advogados paranistas prometem recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). 

O Rio Branco já havia sido julgado em primeira instância e apenas multado em R$ 27,5 mil. A procuradoria do TJD, porém, recorreu e pedia a perda de pontos. Se fosse punido, o time de Paranaguá poderia perder de 4 a 22 pontos e ser rebaixado no lugar do Paraná.

Futebol