Topo

Carioca - 2019


Reservas decidem, Botafogo vence a primeira no ano e deixa a lanterna

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

03/02/2019 18h59

O Botafogo finalmente conquistou a sua primeira vitória em 2019. Cumprindo tabela na última rodada da Taça Guanabara, neste domingo (3), o Alvinegro apresentou um futebol convincente e bateu o Boavista por 3 a 0, em Bacaxá. Gustavo Ferrareis, Erik e Jonathan marcaram para os visitantes.

Pressionado, o time da capital entrou em campo já eliminado da competição, mas com a missão de marcar os primeiros três pontos na temporada e retomar um pouco da confiança para o resto do ano. Ainda no primeiro tempo, o Glorioso tratou de cumprir a tarefa com eficiência, demonstrando velocidade no ataque e muito oportunismo.

Com o resultado, o Botafogo encerra a sua participação na Taça Guanabara na quinta posição do Grupo C, chegando a quatro pontos e deixando a lanterna - o time está acima da Cabofriense pelo saldo de gols. Já o Boavista, que ainda tinha chances de avançar à semifinal, terminou em quarto lugar, com seis pontos. 

Agora, o Botafogo concentra as suas atenções na Copa Sul-Americana. Na quarta-feira (6), o time enfrenta o Defensa Y Justicia (ARG), no Nilton Santos, no embate de ida da primeira fase do campeonato.

O melhor: Rodrigo Pimpão tem dia de garçom

Normalmente na reserva do Botafogo, o atacante não desperdiçou a oportunidade recebida e foi fundamental no triunfo do time de General Severiano. Além de incomodar a defesa adversária com movimentação constante, participou de dois gols com boas assistências.

O pior: Thiago Mosquito passa despercebido em campo

O camisa 33 do Verdão não teve jornada feliz. Além de pouco criar nas subidas do Boavista, Thiago Mosquito cometeu falta dura em Rickson, sendo punido com um cartão amarelo. No início do segundo tempo, o atacante deixou o campo para a entrada de Lucas.

Zé Ricardo muda meio time

Insatisfeito com o baixo rendimento do time na derrota para o Resende e visando o duelo no meio de semana pela Copa Sul-Americana, o técnico Zé Ricardo promoveu cinco mudanças na equipe titular em relação ao jogo anterior. Além do criticado Marcinho, deixaram a formação principal Marcelo Benevenuto, Gilson, Alan Santos e Luiz Fernando para as entradas de Rickson, Carli, Jonathan, Ferrareis e Pimpão.

Ferrareis faz gol relâmpago; Boavista tenta resposta

As mudanças de Zé Ricardo surtiram efeito e, em menos de três minutos, o Botafogo abriu o placar com Gustavo Ferrareis, estreante como titular pelo Alvinegro. Kieza acionou Alex Santana, que exigiu bela defesa do goleiro. No rebote, Jonathan ajeitou para Pimpão, que deixou na medida para o camisa 10 estufar a rede.

Notando que o jovem Rickson estava improvisado na lateral direita, o Boavista tentou reagir imediatamente explorando a região. Por ali, Thiago Silva e Arthur arriscaram, mas chutaram ao lado da meta defendida por Gatito.

Auxiliar anula gol do Botafogo, mas Erik insiste e amplia

O Glorioso voltou a balançar as redes aos 11 minutos, quando Alex Santana pegou rebote do goleiro Rafael e colocou para o fundo do gol. O auxiliar, no entanto, marcou impedimento do volante. Mais tarde, em jogada caraterística do time no ano passado, Carli fez longo lançamento para Kieza. O atacante raspou de cabeça para Erik, que não perdoou em chute de primeira.

Jonathan faz primeiro gol no profissional

Administrando o resultado e suportando bem as investidas do adversário, o Botafogo chegou ao terceiro gol em belo contra-ataque. Alex Santana acionou Pimpão, que até se enrolou na jogada, mas foi preciso ao cruzar na medida para Jonathan cabecear e marcar o seu primeiro gol como jogador profissional.

Botafogo "cozinha" o adversário 

Na volta do intervalo, os comandados de Zé Ricardo administraram o placar e controlaram o resultado do jogo. Com menos tempo de posse de bola, o Botafogo passou a maior parte do tempo no seu campo defensivo e esticou poucas bolas para os jogadores de frente. 

Carlos Alberto entra, mas 'lei do ex' não aparece

Rebaixado com o Botafogo em 2014, Carlos Alberto voltou ao futebol neste domingo vestindo as cores do Verdão. O meia entrou no decorrer do segundo tempo e até teve chances de marcar contra sua antiga equipe, mas bateu para fora, perto do gol de Gatito Fernández. 

FICHA TÉCNICA
BOAVISTA 0 x 3 BOTAFOGO

Data e hora: 3 de fevereiro de 2019, às 17h (de Brasília)
Local: Estádio Elcyr Resende, em Bacaxá (RJ)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Auxiliares: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Carlos Henrique Alves de Lima Filho
Gols: Gustavo Ferrareis aos 2 minutos do primeiro tempo; Erik aos 22 do primeiro tempo e Jonathan aos 41 do primeiro tempo (Botafogo)
Cartão amarelo: Douglas Pedroso,Thiago Mosquito e Dija Baiano (Boavista); Kieza, Rodrigo Pimpão, Jean e Jonathan (Botafogo)

BOAVISTA: Rafael; Thiago Silva, Elivelton, Rafael Marques e Jean; Douglas Pedroso, Júlio César, (Ralph) Renan Donizete e Arthur (Carlos Alberto); Thiago Mosquito (Lucas) e Dija Baiano. Técnico: Eduardo Allax.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Rickson, Joel Carli, Gabriel e Jonathan; Jean, Alex Santana (Alan santos) e Gustavo Ferrareis (Luiz Fernando); Rodrigo Pimpão, Erik e Kieza (Leandro Carvalho). Técnico: Zé Ricardo.