PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2019


Botafogo empata com Bangu e amplia desconfiança antes de encarar Flamengo

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/01/2019 21h15

O Botafogo teve péssima atuação e não saiu do 0 a 0 com o Bangu nesta quarta-feira, no Nilton Santos. Após estrear com derrota, o Alvinegro não conseguiu vencer em casa e ampliou o clima de desconfiança da torcida com o time. Na próxima rodada o time encara o Flamengo, novamente em casa.

Para piorar, o Botafogo ainda terá o desfalque de Gilson, expulso no fim do segundo tempo. Por outro lado, o técnico Zé Ricardo terá ps retornos de atletas que foram poupados contra o Bangu.

Bangu erra cruzamento e acerta o travessão

O Bangu iniciou o jogo buscando o ataque, mas mostrava pouca qualidade com as bolas nos pés. Curiosamente, no entanto, foi de um erro técnico que o time quase abriu o placar. Kelvin cruzou para a área, mas pegou mal na bola que tomou rumo do gol de Gatito. O goleiro foi vencido e viu o travessão evitar o primeiro gol.

Zé Ricardo dá bronca em parada técnica

Após 20 minutos de bola rolando, o técnico Zé Ricardo mostrava não gostar do que via. Sorte que ele teve a parada técnica para dar uma bronca e passar novas orientações. O comandante pediu que o time tivesse melhor desempenho ofensivo, com mais objetividade.

Erik dá lindo passe, mas Luiz Fernando perde gol

A bronca de Zé Ricardo deu resultado. Logo após a parada, o Botafogo teve a melhor chance do jogo. Erik deu passe espetacular para Luiz Fernando, que ficou livre para abrir o placar. O camisa 10, no entanto, chutou em cima de Jefferson, que fez grande defesa e evitou o primeiro do Alvinegro.

Bangu aposta no contra-ataque, mas para em Gatito

O Bangu voltou a assustar 31min. Em rápido contra-ataque, Marcos Jr recebeu dentro da área e só rolou para Pingo, de passagem. O apoiador chegou chutando firme no canto direito de Gatito que usou o pé para fazer defesa e manter o zero no placar. O mesmo aconteceu na volta do intervalo. Anderson Lessa chutou firme para nova defesa do paraguaio.

Torcida pede Zé Gatinha (ou Alessandro) e Zé Ricardo atende

O folclórico Zé Gatinha está na boca do povo. Mesmo sendo chamado de Alessandro pelo Botafogo, o jogador caiu nas graças da torcida e foi pedido pelos alvinegros ainda no intervalo. Zé Ricardo atendeu ao chamado e o mandou a campo. A torcida ficou empolgada e não escondeu o sorriso com a situação.

Botafogo piora e termina jogo com menos um

O segundo tempo foi de qualidade inferior ao que ocorreu no primeiro. Apesar da empolgação com a entrada de Zé Gatinha, o Botafogo não conseguiu se impor diante do Bangu. No fim, ainda viu Gilson ser expulso e deixar a situação ainda mais complicada.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 0 BANGU

Data e hora: 23/01/2019, quarta-feira, às 19h15 (horário de Brasília)
Local: Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Gabriel Conti Viana
Gols:
Cartões amarelo: Marcelo (BOT)
Cartão vermelho: Gilson

Botafogo
Gatito Fernández; Marcinho, Gabriel, Marcelo e Gilson; Wenderson (Leandro Carvalho), Alex Santana (Bochecha) e Luiz Fernando; Erik, Rodrigo Pimpão (Alessandro) e Aguirre
Técnico: Zé Ricardo

Bangu
Jefferson; Kelvin, Michel, Anderson, Dieyson; Josiel, Serginho (Felipe Adão), Marcos Jr, Robinho (Jairinho), Pingo (Yaya) e Anderson Lessa 
Técnico: Alfredo Sampaio