PUBLICIDADE
Topo

VAR anula gol de Modric, Real Madrid perde e mantém Barça líder do Espanhol

Sevilla comemora o primeiro gol de André Silva contra o Real Madrid - REUTERS/Marcelo Del Pozo
Sevilla comemora o primeiro gol de André Silva contra o Real Madrid Imagem: REUTERS/Marcelo Del Pozo

Do UOL, em São Paulo (SP)

26/09/2018 18h52

O Real Madrid teve nos pés a oportunidade de assumir a liderança do Campeonato Espanhol, mas a apatia mostrada na etapa inicial, quando levou três gols em 38 minutos, foi crucial para sofrer a primeira derrota na competição, nesta quarta-feira (26), para o Sevilla, fora de casa, por 3 a 0, pela sexta rodada de La Liga.

O tropeço da equipe treinada por Julen Lopetegui beneficiou o rival Barcelona, que segue líder do Espanhol mesmo com o revés por 2 a 1 sofrido para o Leganés, com 13 pontos, o mesmo do Real, vice-líder pelos critérios de desempate.

O português André Silva, duas vezes, e o francês Ben Yedder anotaram os gols do Sevilla, que sobe para o quarto lugar, com dez pontos.

Eleito o melhor jogador do mundo no prêmio The Best, da Fifa, na última segunda-feira (24), em Londres, o meia Luka Modric teve um gol anulado aos oito minutos no segundo tempo, em impedimento marcado apenas após a consulta ao árbitro de vídeo (VAR, sigla em inglês).

Na próxima rodada do Espanhol, o Real terá pela frente o clássico de Madri contra o rival Atlético, neste sábado (29), às 15h45 (de Brasília), no Santiago Bernabéu, enquanto o Sevilla visditará o Eibar, no mesmo dia, mas às 13h30.

Os melhores: André Silva e Jesus Navas

André Silva - AP Photo/Miguel Morenatti - AP Photo/Miguel Morenatti
Imagem: AP Photo/Miguel Morenatti

A dupla foi essencial para que o Sevilla anotasse três gols no primeiro tempo. Atuando como ala direito, Navas deu muito trabalho a Marcelo na marcação e ofereceu a assistência para André Silva abrir o placar. No segundo gol, o espanhol deixou Nacho para trás no contra-ataque, chutou cruzado e Courtois espalmou, mas no rebote o atacante português anotou o sexto gol no Campeonato Espanhol, igualando-se a Lionel Messi, do Barcelona, na artilharia do torneio.

O pior: Marcelo

Marcelo - REUTERS/Marcelo Del Pozo - REUTERS/Marcelo Del Pozo
Imagem: REUTERS/Marcelo Del Pozo

Uma jornada mais do que infeliz do lateral-esquerdo da seleção brasileira. Infernizado por Jesus Navas em seu setor, o camisa 12 do Real errou o passe que originou o primeiro gol do Sevilla. Desprotegido e mal posicionado, Marcelo apenas assistiu ao contra-ataque adversário no lance do segundo gol. Aos 30 minutos da etapa final, ele deixou o campo lesionado e, como já havia feito as três substituições, o time de Madri terminou a partida com um jogador a menos.

Modric tem gol anulado por VAR em primeiro jogo como melhor do mundo

Dois dias após ser escolhido o melhor jogador do mundo em premiação da Fifa, Luka Modric foi a campo com novo status diante do Sevilla, mas não fez a diferença para o Real e ainda teve gol anulado pelo árbitro de vídeo, no segundo tempo, ao receber em impedimento o passe de Asensio que o deixou cara a cara com o goleiro Vaclik. Minutos depois, o meia croata deixou o campo para dar lugar a Dani Ceballos.

Real melhora após surra no primeiro tempo, mas peca ao finalizar

Com 3 a 0 de desvantagem, o Real Madrid se soltou ao ataque na etapa final, mas não converteu a superioridade em gols. Na melhor chance criada, Asensio deixou Bale livre para arrancar em direção ao gol, mas o galês chutou em cima de Vaclik.

Vinicius Júnior fica no banco, mas segue sem estrear

Pela terceira vez nesta temporada. o técnico Julen Lopetegui relacionou Vinicius Júnior para uma partida - as outras duas ocorreram na Supercopa da Europa, contra o Atlético de Madrid; e na primeira rodada do Espanhol, diante do Getafe. No entanto, o atacante brasileiro foi preterido entre as opções para o segundo tempo e segue sem disputar partidas oficiais pelo Real Madrid.

FICHA TÉCNICA:
SEVILLA 3 X 0 REAL MADRID

Local: Ramón Sánchez-Pizjuán, em Sevilha (ESP)
Data/Hora: 26 de setembro de 2018, às 17h (de Brasília)
Árbitro: Alejandro José Hernández Hernández (ESP)
Cartões amarelos: Banega, Sarabia, Vázquez (Sevilla); Bale, Kroos, Mariano, Modric (Real Madrid)
Gols: André Silva, aos 16 e 20 minutos do primeiro tempo; Ben Yedder, aos 38 do primeiro tempo.

SEVILLA: Vaclik; Carriço, Kjaer  e Serji Gómez; Jesus Navas, Sarabia, Banega (Roque Mesa), Vázquez e Guilherme Arana (Nolito); André Silva e Ben Yedder (Promes).
Técnico: Pablo Machín.

REAL MADRID: Courtois; Nacho (Lucas Vázquez), Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric (Ceballos); Bale, Asensio e Benzema (Mariano).
Técnico: Julen Lopetegui.