PUBLICIDADE
Topo

Real Madrid faz 2 de pênalti e vence o Girona de virada no Espanhol

REUTERS/Albert Gea
Imagem: REUTERS/Albert Gea

Do UOL, em São Paulo

26/08/2018 19h05

O Real Madrid venceu o Girona de virada, neste domingo (26), pela segunda rodada do Campeonato Espanhol. Com dois gols de pênalti, o time merengue fez 4 a 1 no adversário no Estádio Montilivi e alcançou a segunda vitória na competição.

Após ter saído atrás, o Real contou com duas penalidades a favor para virar o placar. Sergio Ramos e Benzema foram os responsáveis por converter as cobranças. Gareth Bale e novamente Benzema sacramentaram a vitória. Antes de tudo isso, Borja García havia marcado para o Girona.

Com o resultado, a equipe comandada por Julen Lopetegui assume a liderança da competição. O Real soma os mesmos seis pontos do Barcelona, mas leva vantagem pelo critério de saldo de gols. Já o Girona, com apenas um ponto, é o 12º colocado.

No próximo sábado (1º de setembro), o Real Madrid recebe o Leganés no Santiago Bernabéu pela terceira rodada do Campeonato Espanhol. Um dia antes, o Girona visita o Villarreal.

O melhor: Asensio

Asensio sofre penalidade contra o Girona - REUTERS/Albert Gea - REUTERS/Albert Gea
Imagem: REUTERS/Albert Gea
Com Benzema e Gareth Bale pouco inspirados até o início da segunda etapa, Asensio apareceu bem no ataque do Real Madrid. O meia sofreu os dois pênaltis que resultaram no empate e virada da equipe. Ele ainda tentou jogadas individuais em velocidade pelo lado esquerdo e deu bastante trabalho à defesa adversária.

Após a virada, Bale e Benzema se tornaram mais participativos. O galês foi o autor do terceiro gol da equipe e deu a assistência para que o francês definisse o resultado.

Nem precisava de VAR...

O VAR entrou em ação em dois lances decisivos para o Real Madrid no primeiro tempo. A primeira ação do vídeo foi logo aos sete minutos, quando Benzema recebeu passe de Isco e completou na saída do goleiro. A arbitragem anulou o lance e, posteriormente, ainda consultou a tecnologia. O francês, no entanto, estava muito à frente na origem da jogada e o gol foi corretamente invalidado.

A segunda participação do VAR foi a favor do Real para confirmar a marcação de pênalti em cima de Asensio, que foi derrubado por Muniesa. Assim como na jogada anterior, o lance foi claro e a presença do vídeo era dispensável.

Girona dá susto e sai na frente

Girona abre o placar contra o Real Madrid - REUTERS/Albert Gea - REUTERS/Albert Gea
Imagem: REUTERS/Albert Gea
O Real Madrid levou um susto dos donos da casa no começo da partida. Explorando os contra-ataques, o Girona saiu na frente aos 15 minutos, quando Borja García aproveitou a sobra após chute travado de Lozano, limpou a marcação e bateu no ângulo para marcar.  O time da casa ainda teve a oportunidade de ampliar dez minutos depois, mas Carvajal cortou em cima da linha um cruzamento de Portu.

Real vira com dois gols de pênalti

Apesar de dominar a posse de bola, o Real só conseguiu a virada para cima do Girona com dois gols de pênalti. O empate saiu aos 37 minutos do primeiro tempo, com Sergio Ramos. Em cobrança com cavadinha, o defensor converteu a penalidade sofrida por Asensio e igualou o placar para os merengues.

Aos seis minutos do segundo tempo, Asensio voltou a sofrer uma penalidade ao ser derrubado em disputa de bola com Pons. Desta vez, Benzema foi para a cobrança e bateu com categoria para colocar o Real em vantagem.

Bale e Benzema sacramentam vitória merengue

Com a vantagem no placar, foi questão de tempo para o Real Madrid sacramentar a vitória no Estádio Montilivi. Aproveitando os espaços deixados pelo Girona, que saía em busca do empate, o time merengue conseguiu um bom contra-ataque aos 13 minutos da segunda etapa e, após troca de passes rápidos, Gareth Bale disparou e completou na saída do goleiro.

O quarto gol saiu dos pés de Benzema aos 34 minutos da etapa final, quando o Girona já não oferecia mais resistência. O atacante francês recebeu passe preciso de Bale dentro da área e só teve o trabalho de empurrar para o gol. O lance chegou a ser revisto pelo VAR, mas foi validado pela arbitragem.

Courtois? Ainda não

Apesar da expectativa pela estreia de Thibaut Courtois no Real Madrid, o técnico Julen Lopetegui voltou a deixar o goleiro belga no banco de reservas e optou mais uma vez por Keylor Navas entres os titulares. O mesmo já havia acontecido nos dois jogos anteriores da equipe nesta temporada – contra Atlético de Madri (pela Supercopa da Uefa) e Getafe (na primeira rodada do Campeonato Espanhol).