PUBLICIDADE
Topo

Espanhol - 2019

Zidane mira reforços para o Real em janeiro: "pode acontecer de tudo"

Zidane orienta seus jogadores no jogo contra o Málaga - Gabriel Bouys/AFP Photo
Zidane orienta seus jogadores no jogo contra o Málaga Imagem: Gabriel Bouys/AFP Photo

Do UOL, em São Paulo

25/11/2017 16h41

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, disse neste sábado (25) que o clube pode se reforçar para o restante da temporada em janeiro, quando reabre a janela de transferência de jogadores na Europa. O treinador, contudo, não citou nomes.

"É certo que não haverá saídas [em janeiro], todos vão ficar. E sobre a chegada [de reforços]... No momento estamos assim, mas pode acontecer de tudo. Estamos bem com o elenco que temos. É um plantel amplo e de qualidade. Agora não vamos falar nem de saídas nem de chegadas", disse Zidane.

Ao contrário de anos anteriores, em que protagonizou transações milionárias no mercado da bola, o clube trouxe apenas dois reforços para temporada 2017/18: o lateral-esquerdo Theo Hernandez e o meia Dani Ceballos.

Nas últimas semanas, até mesmo o atacante Neymar teve o seu nome ligado ao Real Madrid. O jornal espanhol "Marca" chegou a publicar que o clube se planeja para gastar até 200 milhões de euros (R$ 761,6 milhões) com um reforço de peso para a próxima temporada. Entre os jogadores monitorados, segundo a reportagem, está o brasileiro.

Neste sábado, o Real derrotou o Málaga, por 3 a 2, no estádio Santiago Bernabéu, em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol. Após a partida, Zidane reconheceu que o time deve melhorar. A vitória só veio aos 30 minutos do segundo tempo, com um gol de Cristiano Ronaldo.

"Podemos e temos que jogar melhor. As bolas perdidas que tivemos hoje não são algo habitual. Sabemos que podemos melhorar, mas eu gosto de me manter positivo porque mesmo tomando dois gols, temos jogadores que podem jogar bem quando outros não estão tão bem. E foi isso o que aconteceu hoje. Fizemos o terceiro gol sem ficarmos loucos e isso é positivo", afirmou o treinador.