Topo

Copa do Brasil - 2019


Autor de gol do título do Athletico, Rony pegava passarinhos para comer

REUTERS/Rodolfo Buhrer
Imagem: REUTERS/Rodolfo Buhrer

Do UOL, em São Paulo

04/10/2019 14h53

O protagonista do título do Athletico na Copa do Brasil, Rony, precisou passar por uma história de superação e tanto para chegar onde está hoje. Ele revelou que já teve de matar passarinhos para comer e não passar fome.

Rony nasceu no interior do Pará e trabalhava na roça desde os 10 anos, para ajudar a família. "Plantava mandioca, plantava milho, ajudava minha mãe no negócio de roça. Plantava, arrancava, fazia farinha...", relembrou ele, no Esporte Fantástico.

Em algumas épocas, restava apenas farinha para comer, o que o obrigava a improvisar. "Muita das vezes, a gente pegava os passarinhos na arapuca para comer. Já contava os minutos para o dia amanhecer pra gente ir e pegar os passarinhos pra gente comer", contou Rony.

Rony ainda comentou que vivia numa casa de barro, sem janelas. "A cama que a gente dormia tinha papelão por baixo e não tinha colchão, os livros que a gente usava no colégio a gente colocava por baixo para forrar".

Rony fez o segundo gol na final contra o Inter, pela Copa do Brasil, tendo papel fundamental para o título do time paranaense.

O Esporte Fantástico vai ao ar amanhã, às 10h15.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no 5° parágrafo desta matéria, o Athletico foi campeão contra o Internacional e não Fluminense. A informação já foi corrigida.