PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bahia critica escolha de árbitros contra Palmeiras: "Tiraram nosso título"

Do UOL, em Santos (SP)

31/07/2018 11h00

O Bahia não gostou nada das escolhas de Anderson Daronco e Leandro Pedro Vuaden para o jogo de quinta-feira (2), contra o Palmeiras, na Fonte Nova, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O próprio presidente tricolor, Guilherme Bellintani, não escondeu a insatisfação pelas escalações dos árbitros que, segundo ele, 'tiraram o título de 2016', do Estadual, do Bahia.

Enquanto Anderson Daronco será o árbitro principal do jogo de ida contra o Palmeiras, enquanto Leandro Pedro Vuaden será responsável pelo VAR (árbitro de vídeo), que estreia na Copa do Brasil a partir desta fase de quartas de final.

O presidente do Bahia, assim como boa parte da torcida, ainda culpa os árbitros pela perda do título estadual de 2016 para o rival Vitória. No primeiro jogo, Daronco marcou um pênalti para os rubro-negros contestado pelos tricolores. Na segunda partida, foi a vez de Vuaden não marcar uma penalidade em que os jogadores do Bahia pediram uma falta em cima de Henrique.

"Para mim, a vinda do VAR vem com uma surpresa com os dois árbitros que entraram para a história do Bahia. Não tenho lembrança de outros árbitros que marcaram tanto a história do Esporte Clube Bahia como essa dupla. O campeonato de 2016 a gente entende que, sob o ponto de vista de conceito do futebol, aquele título era nosso. Acontece que esses dois senhores tiraram o título de 2016 agressivamente. Uma coisa que dói e machuca o torcedor até hoje", disse o presidente na zona mista após o empate por 2 a 2 com o Atlético-MG, na última segunda.

"Uma notícia boa, que é a vinda do VAR, é envolvida de muita dúvida a partir do momento que esses dois senhores venham apitar a partida de quinta-feira. Espero que tenham aprendido muito com os fatos de 2016", acrescentou Guilherme Bellintani.

Por outro lado, o presidente tricolor exaltou a estreia do VAR, que será utilizado desde as quartas de final até a decisão da Copa do Brasil. Ele lembrou ainda que o Bahia foi um dos poucos clubes que votou a favor do VAR para o Campeonato Brasileiro, apesar do alto custo.

"A vinda do VAR é positiva. O Bahia é um dos poucos clubes que votaram pelo VAR ainda no Campeonato Brasileiro, ainda a um custo alto para os clubes. Cada clube deveria desembolsar cerca de R$ 1 milhão. Mesmo com o orçamento muito pequeno que temos nós fomos a favor", recorda.

"Os campeonatos que passamos mostram que tínhamos razão. É óbvio o que estamos vendo, seja no pênalti contra a Chapecoense lá em cima de Gilberto, que o próprio árbitro reconheceu como falha. Tivemos hoje falhas absurdas, com um pênalti que foi uma mão muito clara e diversas inversões de falta. Vendo o nível da arbitragem brasileira, para mim está perto do fundo do poço", completou.

Bahia x Palmeiras

Árbitros de Campo
Anderson Daronco - FIFA/RS - Cursos Conmebol 2017/18 /CBF 2018 e Cursos 2017/18
Arbitro Assistente 1: Guilherme Dias Camilo - FIFA/TA
Arbitro Assistente 2: Kleber Lucio Gil - FIFA/TA

Árbitros de Vídeo
VAR: Leandro Vuaden/RS - Cursos CBF 2017/18
AVAR: Ivan Bohn/PR - Cursos CBF 2017/18
Apoio VAR: Rodolpho Toski FIFA/TA

Futebol