PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jair elogia 'terço final' do Fla e diz que rival avançou por respeitar Bota

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/08/2017 00h49

O Botafogo perdeu por 1 a 0 para o Flamengo e acabou eliminado na semifinal da Copa do Brasil. Com um elenco modesto, o Alvinegro encarou o rival repleto de estrelas. O técnico Jair Ventura identificou o que foi decisivo para a o Rubro-negro chegar à final da competição.

“Faltou agredir mais, criar mais. Apesar da finalização ao gol, a chance mais clara foi a finalização de cabeça do Gui. Flamengo não teve chance, só o gol. Mas foram superiores. Encontramos muita dificuldade. O que falei aconteceu. O poder individual deles no terço final foi decisivo. Drible do Berrío foi sensacional e saiu o gol do Diego”, disse o treinador.

“Nos dois jogos tivemos problemas com a transição para o contra-ataque e vejo o dedo do Rueda nisso. Ele sabe e conseguiu anular uma das nossas armas. Tentamos também jogar com a bola, de forma apoiada, de pé em pé, mas também não conseguimos. Falhamos nas duas situações. O Flamengo nos respeitou e por isso conseguiu a vaga.  Ficou claro que a qualidade deles no terço final o que fez a diferença. Criaram pouco, mas resolveram”, completou Jair Ventura.

Agora, o Botafogo foca na Libertadores e no Campeonato Brasileiro. Na competição internacional, o Alvinegro encara o Grêmio no dia 13 de setembro, no Nilton Santos (Engenhão).  O time volta a campo no domingo, quando visitará o Bahia, em Salvador.
 

Futebol