PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vitória suporta pressão e segura empate sem gols com Cruzeiro no Mineirão

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

30/07/2017 20h55

Depois da histórica classificação contra o Palmeiras, no meio de semana, o Cruzeiro voltou ao Mineirão para tentar se reabilitar no Campeonato Brasileiro. Porém, a equipe celeste não conseguiu passar pelo Vitória. Depois de um primeiro tempo fraco, o time da casa fez uma blitz sobre o adversário, mas esbarrou principalmente nas boas defesas de Fernando Miguel, homem do jogo, e saiu apenas com o 0 a 0 diante do seu torcedor.

Com o resultado, o Cruzeiro vai aos 23 pontos, perdendo a chance de colar no G-6 da competição. Já o Vitória permanece em penúltimo lugar, agora com 13 pontos, mas soma um pontinho fora de casa na estreia de Vagner Mancini. Na próxima rodada, a equipe mineira visita o Vasco no Rio de Janeiro, enquanto o Leão recebe a Ponte Preta em Salvador.

O melhor: Fernando Miguel garantiu o empate

Diferente da primeira etapa, o segundo tempo começou com boas chances para as duas equipes. Sempre com Daivid, o Vitória quase saiu na frente e ainda pediu um pênalti após a bola tocar o braço de Ariel dentro da área. O Cruzeiro respondeu com Sassá, mas o atacante desperdiçou uma ótima chance após receber livre dentro da área e encher o pé, finalizando por cima. Ainda antes do apito final, Thiago Neves teve duas ótimas oportunidades de garantir os três pontos, mas parou em dois milagres de Fernando Miguel abaixo das traves. 0 a 0 placar final.

CRUZEIRO x VITÓRIA

Motivo: 17ª rodada, Brasileirão 2017
Data/Hora: 30/07/2017, às 19h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva - PA (FIFA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves - PA (CBF) e José Ricardo Guimaraes Coimbra - PA (CBF)

GOLS: - - -
Cartões amarelos: Sassá, Ariel Cabral, Thiago Neves, Diogo Barbosa (CRU); Uillian Correia, Fernando Miguel, Cleiton Xavier, Wallace (VIT)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 10.046 pagantes/12.471 presentes/R$174.802,00.

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Manoel (Murilo, 39'1ºT) e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral; Thiago Neves, Elber (Rafinha, 37'1ºT), Rafael Sóbis; Sassá (Raniel, 33'2ºT). Técnico: Mano Menezes.

VITÓRIA: Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho; Ramon (Cleiton Xavier, 32'2ºT), Uillian Correia; Carlos Eduardo (Renê Santos, 22'2ºT), Yago (Patric, 13'2ºT); David, Santiago Tréllez. Técnico: Vágner Mancini.

Esporte