PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Corinthians pega Vitória com provação para Romero, agora com nova sombra

Romero será mais uma vez titular do Corinthians em Salvador - Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Romero será mais uma vez titular do Corinthians em Salvador Imagem: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

21/05/2017 04h00

Depois de uma estreia com resultado aquém do esperado pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians tenta neste domingo, em Salvador, recuperar os pontos perdidos em casa. A partir das 16h (de Brasília) no Barradão, a equipe dirigida por Fábio Carille visita o Vitória com foco especial sobre um dos jogadores: Ángel Romero.

Em seu primeiro ano efetivamente como titular do clube, o paraguaio vive o dilema de agradar taticamente, ter uma contribuição sensível para o sistema defensivo e, por outro lado, anotar poucos gols. Diferentemente de 2016, quando oscilou entre o banco e a equipe principal e terminou como goleador do elenco, com 13 gols, o panorama este ano é diferente. Romero só marcou três vezes em 20 partidas e produz menos que em outros tempos no ataque.

A necessidade de produzir mais daqui para frente é clara. Ciente de que é nessa posição que está a maior margem de evolução da equipe campeã estadual, o Corinthians foi ao mercado para, por R$ 3,5 milhões, adquirir Clayson, a revelação do Paulista. Apresentado apenas na quinta-feira, ele não viajou para Salvador, mas tem estreia marcada para o dia 26, diante do Atlético-GO. Trata-se de mais um concorrente importante para Romero.

Dono de muito vigor e disciplina tática, Clayson é visto como um jogador também capaz de criar jogadas e se mover por todo o campo, o que encorajou o Corinthians a fazer, justamente nele, seu maior investimento em reforços para o Brasileirão - ainda devem ser adquiridos o lateral Cicinho, ex-Santos, e um zagueiro. Apesar de criar expectativa, Clayson também não tem a capacidade de anotar gols como um ponto forte. Ele fez apenas quatro a serviço da Ponte Preta nesta temporada.

Clayson, por sinal, não é a única sombra para Romero. A comissão técnica ainda aposta na recuperação de Marquinhos Gabriel, segundo maior investimento da gestão Roberto de Andrade e que teve um problema muscular justamente quando voltava a figurar na equipe. Além dele, o recentemente adquirido Clayton, ex-Atlético-MG, é outro jogador de quem se espera evolução nos próximos meses. Os jovens Léo Jabá e Pedrinho ainda concorrem à vaga.

A importância de Romero, vale ressaltar, não é subestimada dentro do Corinthians. Além de ser muito querido por torcedores e colegas de grupo, o paraguaio conquistou seu espaço em três anos. A aplicação dele na fase defensiva é um dos elementos vitais para o modelo de jogo de Carille, que tem no mesmo setor do campo Jadson e Rodriguinho, dois criadores a quem normalmente concede mais liberdade. Justamente porque Romero trabalha muito.

O crescimento do trio formado por Jadson, Jô e Rodriguinho, por outro lado, chama a atenção. Dos últimos 15 gols do Corinthians, eles anotaram 12 vezes e participaram com nove assistências entre si. É na qualidade deles, além da força de toda a equipe [Pablo é o único desfalque, substituído por Pedro Henrique], que Carille aposta para sair de Salvador com sua primeira vitória neste Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA x CORINTHIANS

Data: 21 de maio de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Motivo: 2ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa RJ)
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos RJ)

VITÓRIA: Fernando Miguel; Leandro Salino, René Santos, Alan Costa e Geferson; Willian Farias e Uillian Correia; e Cleiton Xavier; Paulinho, David e Rafaelson.
Treinador: Dejan Petkovic

CORINTHIANS:
Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.
Treinador: Fábio Carille

Esporte