Topo

Esporte


São Paulo desafia nervosismo e goleada de 18 a 5 durante tabu de sete anos no Pacaembu

Em 2011, o Corinthians ganhou do São Paulo por 5 a 0 com direito a falha de Ceni - Moacyr Lopes Junior/Folhapress
Em 2011, o Corinthians ganhou do São Paulo por 5 a 0 com direito a falha de Ceni Imagem: Moacyr Lopes Junior/Folhapress

Carlos Padeiro e Renan Prates

Do UOL, em São Paulo

26/08/2012 06h01

O São Paulo tem neste domingo, às 16h, uma nova oportunidade de encerrar um tabu de sete anos sem vitória sobre o Corinthians no estádio do Pacaembu. A hegemonia do time alvinegro no estádio municipal é sustentada por seis vitórias e nenhum empate, com um placar agregado de 18 gols a 5.

O Tricolor luta também contra o nervosismo na casa do adversário. Nos últimos dois confrontos, aconteceram duas expulsões.

A última vez que o São Paulo ganhou do arquirrival no Pacaembu aconteceu no Brasileiro de 2005. Faz tempo, mas foi um resultado histórico: 5 a 1. Foi a maior goleada sofrida pelo Timão na história do Majestoso. O revés humilhante derrubou o argentino Daniel Passarella, então técnico do time.

Em 2006, 07 e 08, as duas equipes não se enfrentaram no Pacaembu. O clássico voltou ao estádio municipal em 2009, depois que o ex-presidente Andrés Sanchez decretou que os corintianos não jogariam mais no Morumbi como mandantes.

Desde então, a equipe de Parque São Jorge fez 2 a 1, 3 a 1, 4 a 3, 3 a 0, 5 a 0 e 1 a 0.

“Dados estatísticos são do passado, o momento é outro. Clássico é um campeonato à parte, Corinthians x Palmeiras, Corinthians x Santos, Corinthians x São Paulo. Eu já peguei Corinthians x São Paulo, ganhei e perdi”, opinou Tite.

"É um jogo muito igual e não existe favoritismo. Embora o Corinthians tenha um índice maior de vitórias, o deste duelo é neutro. Estamos trabalhando em cima disso para fazer um bom jogo e vencer diante da torcida deles", observou o técnico Ney Franco, que estreia no Majestoso, como é conhecido o clássico entre Corinthians e São Paulo.

As expulsões são um problema para os são-paulinos. João Filipe levou o vermelho no Campeonato Paulista deste ano (1 a 0, gol de Danilo) e Carlinhos Paraíba no Brasileiro de 2011 (5 a 0, três gols de Liedson, um de Danilo e outro de Jorge Henrique).  

“A gente vem trabalhando todos os dias. Venho falando pra alguns jogadores que quero que chegue logo. É uma ansiedade boa. Não é aquela de nervosismo. Jamais. Mas quero muito jogar esse clássico e ajudar o meu São Paulo”, observou o volante Denilson.

Mais Esporte