PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

F1: Hamilton ultrapassa Verstappen no final e vence GP da Espanha

Lewis Hamilton, da Mercedes, liderando o GP da Espanha de Fórmula 1 em 2021 - LLUIS GENE / AFP
Lewis Hamilton, da Mercedes, liderando o GP da Espanha de Fórmula 1 em 2021 Imagem: LLUIS GENE / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/05/2021 11h37

A centésima pole position de Lewis Hamilton foi um sinal do que estava por vir no Grande Prêmio da Espanha de hoje (9). O britânico da Mercedes ultrapassou Max Verstappen nas últimas voltas e chegou a 94 pontos na liderança da classificação geral da Fórmula 1.

Verstappen liderou boa parte da corrida, mas perdeu a posição para o heptacampeão na volta 60, após a Red Bull apostar na estratégia de apenas um pit stop Com 80 pontos no Mundial de Pilotos, a diferença para Hamilton é de 14. Valtteri Bottas, da Mercedes, completou o pódio.

O top 5 da classificação foi preenchido por Charles Leclerc (Ferrari) e Sergio Perez (Red Bull).

Hamilton teve um final de semana para lá de positivo: além da pole position número 100, venceu o GP da Espanha pelo quinto ano seguido e abriu vantagem na classificação.

"Em primeiro lugar, quero agradecer a todos os fãs que estão aqui. É ótimo vê-los. Eu me sinto ótimo, o treinamento está funcionando e valendo a pena. Foi uma estratégia muito boa da equipe. Que dia!", disse o vencedor.

A Fórmula 1 volta em duas semanas, no tradicional GP de Mônaco. O UOL Esporte fez um resumo do que foi o movimentado GP da Espanha, disputado no Circuito da Catalunha. Confira abaixo:

Max Verstappen assume a liderança na largada

Verstappen largou na frente de Lewis Hamilton - REUTERS/Albert Gea - REUTERS/Albert Gea
Max Verstappen, da Red Bull, lidera o GP da Espanha de Fórmula 1 à frente de Lewis Hamilton, da Mercedes
Imagem: REUTERS/Albert Gea

Lewis Hamilton saiu na frente no momento em que as luzes se apagaram. Porém, na primeira curva, o holandês da Red Bull surpreendeu o heptacampeão britânico e conquistou o primeiro lugar. A largada não ficou marcada por nenhum incidente.

Mesmo com um pit stop ruim em relação ao tempo gasto para a troca de pneus, Max ainda assim manteve a liderança em todo o circuito até a volta 60, quando foi ultrapassado (veja a manobra abaixo). Diferente do adversário direto, Verstappen tentou fazer apenas uma parada —só fez a segunda para ter a volta mais rápida, já depois de ultrapassado.

Na reta final, o holandês conquistou a volta mais rápida e conseguiu o ponto extra, além dos 18 conquistados pela segunda colocação.

Hamilton ainda no topo

Mesmo após perder a liderança no momento da largada, Hamilton trabalhou para manter a segunda colocação até o momento da sua segunda pausa, que foi totalmente estratégica. Com os pontos conquistados, o piloto da Mercedes conseguiu manter a liderança da temporada.

Deixando a emoção para a reta final, Lewis ultrapassou o adversário na volta 60. Agora, com a diferença de 14 pontos para Max Verstappen, o britânico segue na vantagem para o próximo desafio, que acontecerá no dia 23 de maio.

Disputa Bottas e Leclerc

Desde o momento da largada, a disputa entre terceiro e quarto ficou com Charles Leclerc e Valtteri Bottas. Os dois protagonizaram diversos momentos de disputa por posição. Quem levou a melhor foi o finlandês da Mercedes. O monegasco da Ferrari, que já havia chamado atenção com seus resultados nos treinos livres e na pole position, não conseguiu ficar no pódio desta vez.

Safety Car na pista

Na nona volta, as bandeiras amarelas foram acionadas após uma possível pane no motor do japonês Yuki Tsunoda, da AlphaTauri. Momentos depois, o safety car foi acionado e o carro do piloto em questão foi retirado das pistas do circuito da Catalunha.

Na relargada, o francês Pierre Gasly foi penalizado em cinco segundos por ter ficado alguns centímetros na frente do espaço destinado.

Confusão na parada

Verstappen parou antes de Hamilton e fez um pit stop ruim. Conhecida por realizar a troca de pneus em tempos recordes, a Red Bull segurou o piloto por mais de 4 segundos. No entanto a Mercedes não tirou vantagem do vacilo: manteve Hamilton na pista, onde em poucas voltas o chamado "overcut" já não era mais possível.

Bem neste momento Hamilton ainda pegou um Mazepin "atrapalhando" pela frente, o que fez Toto Wolf, chefe da Mercedes, soltar os cachorros com a FIA. "Esse cara vai nos fazer perder a posição", bradou.

Alfa Romeo e Alpha Tauri também vacilaram nos pit stops de Giovinazzi e Gasly, respectivamente. O italiano ficou a eternidade de 35.1s parado porque um dos pneus que a equipe colocaria estava vazio. Já a parada do francês levou 6.7s porque uma das rodas não saía.

Parada da Alfa Romeu - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Parada confusa de Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, durante o GP da Espanha
Imagem: Reprodução/Twitter

O pódio

Após o encerramento, Verstappen lamentou o resultado e disse que vê os resultados de forma positiva em comparação ao ano passado. "Não havia muito que pudéssemos fazer, eu era um alvo fácil. Tentei tudo que pude. Não estamos onde queremos estar, mas em comparação ao ano passado é um grande salto para nós", disse o holandês.

O terceiro colocado, Bottas também falou sobre o resultado. "Perdi a posição para o Charles [Leclerc] na primeira volta, e isso acabou comprometendo a corrida, pois o ritmo não estava tão ruim. Mas é bom ter conseguido chegar ao pódio", afirmou.

Veja a classificação do GP da Espanha:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2º - Max Verstappen (HOL/Red Bull Racing)
3º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
4º - Charles Leclerc (MON/Ferrari)
5º - Sergio Perez (MEX/Red Bull Racing)
6º - Daniel Ricciardo (AUS/McLaren)
7º - Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari)
8º - Lando Norris (ING/McLaren)
9º - Esteban Occon (FRA/Alpine)
10º - Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri)
11º - Lance Stroll (CAN/Aston Martin)
12º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo)
13º - Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)
14º - George Russell (ING/Williams)
15º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo)
16º - Nicholas Latifi (CAN/Williams)
17º - Fernando Alonso (ESP/Alpine)
18º - Mick Schumacher (ALE/Haas)
19º - Nikita Mazepin (RUS/Haas)
Não completou: Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri)

Fórmula 1