PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Iga sofre apagão, mas vence 31º jogo seguido e vai às oitavas em Paris

Reuters
Imagem: Reuters
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

28/05/2022 08h39

A número 1 do mundo deu um pequeno susto em seus fãs neste sábado, mas superou um apagão no segundo set e avançou às oitavas de final de Roland Garros, No primeiro jogo do dia na Quadra Philippe Chatrier, Iga Swiatek desperdiçou uma vantagem de 4/1 na segunda parcial, viu a montenegrina Danka Kovinic (#95) tomar a dianteira na parcial, mas se recuperou a tempo de avançar em dois sets. Por 6/3 e 7/5, a polonesa de 20 anos somou sua 31ª vitória consecutiva no circuito mundial e segue viva - e favorita! - no slam do saibro.

A série de triunfos de Iga é a maior do circuito feminino desde 2013, quando Serena Williams acumulou 34 vitórias sem perder. Além de conquistar os WTAs 1000 de Doha, Indian Wells, Miami e Roma, Swiatek também foi campeã do WTA 500 de Stuttgart e somou outras duas vitórias defendendo seu país na Copa Billie Jean King. Além disso, a número 1 do mundo já venceu 15 sets por 6/0 nesta temporada

A campeã de Roland Garros/2000 agora vai enfrentar nas oitavas a vencedora do jogo entre a francesa Alizé Cornet e a chinesa Qinwen Zheng.

Como aconteceu

Do mesmo modo que na maioria das 30 partidas anteriores, Iga abriu a partida de maneira dominante, impondo seu jogo agressivo e de ângulos. Logo no segundo game, pressionou e conseguiu uma quebra de saque. Pouco depois, já tinha 3/0 no placar. A polonesa dominava com o serviço e, quando abriu 4/2 e 40/0, só tinha perdido um ponto em seus games. No entanto, cometeu quatro erros não forçados em sequência e foi quebrada no mesmo sétimo game. Foi, porém, o único momento de instabilidade da número 1 do mundo no set. Com o placar em 4/3, Iga nem deixou Kovinic respirar. Venceu os oito pontos seguintes, quebrando a montenegrina no oitavo game e fechando a parcial em seguida.

A segunda parcial começou de maneira parecida. Iga continuou mais agressiva e mais precisa, ditando a maioria dos pontos e fazendo Kovinic rebater a bola sempre em movimento ou em posições das quais não tinha como atacar com golpes de alta porcentagem. Com uma quebra no terceiro e outra no quinto game, a número 1 abriu 4/1 mais uma vez. A vitória esteve perto, mas foi aí que veio o apagão. Iga cometeu quatro erros não forçados e perdeu o saque no sexto game. Kovinic viu a chance, ganhou confiança e começou a agredir mais. Enquanto Swiatek não se encontrava, a montenegrina crescia. Kovinic não só devolveu a segunda quebra como confirmou o serviço e abriu 5/4, pressionando a número 1 como ainda não havia acontecido no torneio.

Iga estancou a sequência no décimo game, confirmando seu serviço e igualando o placar em 5/5. Foi aí que Kovinic vacilou. Com quatro erros no 11º game, a montenegrina deu a quebra de presente à número 1, que foi implacável e fechou a partida no game seguinte.

.

Quer saber mais? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis como esta.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.