PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Krejcikova bate grega e vai à final de Roland Garros contra Pavlyuchenkova

Getty Images
Imagem: Getty Images
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

10/06/2021 15h37

A Grécia esteve a um ponto de, pela primeira vez na história, ter uma finalista em um torneio do grand slam em simples. A honra seria de Maria Sakkari, #18 do mundo, que teve um match point no nono game do no terceiro set para conquistar a vaga na decisão de Roland Garros. No entanto, quando mais importava, a tcheca Barbora Krejcikova se salvou e brilhou na reta final. A jovem de 25 anos, número 33 do mundo, saiu do buraco, fez 7/5, 4/6, e 9/7 e será ela quem fará sua primeira final de slam em simples.

De qualquer modo, O torneio francês terá uma campeã "estreante", afinal Krejcikova vai lutar pelo troféu contra Anastasia Pavyuchenkova, número 32 do mundo e que, aos 29 anos, também fará sua primeira final de slam na carreira. A russa conquistou seu lugar na decisão deste sábado ao fazer 7/5 e 6/3 sobre a eslovena Tamara Zidansek (23 anos, #85 do ranking).

Como aconteceu

A partida começou nervosa e cheia de erros e, até a metade do primeiro set, isso foi melhor para Sakkari, que somava menos falhas não forçadas. A grega chegou a abrir 3/1, com uma quebra de vantagem. No entanto, Krejcikova, que até então não tinha nenhum winner e acumulava oito erros, começou a se encontrar na partida. A tcheca conseguiu uma excelente sequência, vencendo quatro games e pôde sacar para o set em 5/3. Sakkari, então, reagiu e devolveu a quebra, mas não conseguiu manter o serviço no 12º game, quando a tcheca fez 7/5.

A grega reagiu rápido, elevando seu nível de jogo e aproveitando mais uma queda de Krejcikova. Sakkari abriu 4/0 e teve um game point no serviço para abrir 5/1, mas a tcheca devolveu uma das quebras e encostou no placar (4/3). Desta vez, contudo, Maria conseguiu abafar a reação da rival. Pressionada sacando em 5/4 e iguais, a grega fechou a parcial com uma combinação de curtinha e passada e saiu comemorando, acenando os braços e chamando a torcida.

Se tecnicamente Sakkari não esteve nem perto do nível que mostrou quando derrotou a favorita Iga Swiatek, não faltou raça para a ateniense. Mesmo ultrapassando a casa dos 30 erros não forçados (somando menos de 20 winners), Maria vibrava e se motivava a cada ponto. Foi assim, aliando raça e talento, que ela quebrou Krejcikova no começo do set decisivo (veja acima). Parecia que seria apenas o necessário para ela chegar à vitória, mas não foi tão simples. Primeiro, a tcheca salvou um match point no nono game. Depois, conseguiu a quebra no décimo, ganhando um rali com várias bolas altas.

Match points perdidos e comemoração precoce

O terceiro set continuou cheio de drama (não há tie-breaks em sets decisivos em Roland Garros) e, no 14ª game, foi Sakkari quem precisou salvar match points. A grega foi precisa em todos os três deles, inclusive com uma excelente esquerda cruzada para salvar o segundo e um ace no terceiro. Krejcikova pressionou de novo no 16º game e chegou ao quarto match após uma dupla falta de Sakkari. A tcheca chegou a comemorar a vitória quando uma bola da grega foi chamada fora pelo juiz de linha, mas o árbitro de cadeira conferiu a marca e mandou voltar o ponto. Sakkari, então, fez mais um winner para se salvar. Outro erro da grega deu um quinto match point para Krejcikova e, desta vez, finalmente a tcheca venceu um rali e fechou o jogo.

.

Quer mais conteúdo? Conheça o programa de financiamento coletivo do Saque e Voleio e torne-se um apoiador. Com pelo menos R$ 15 mensais, apoiadores têm acesso a conteúdo exclusivo (newsletter, podcast e Saque e Voleio TV), lives restritas a apoiadores, além de ingresso em grupo de bate-papo no Telegram, participação no Circuito dos Palpitões e promoções imperdíveis.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.