PUBLICIDADE
Topo

Saque e Voleio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

RG, dia 6: zebraça descomplica Serena em sexta-feira que teve até prisão

Aryna Sabalenka na terceira rodada de Roland Garros 2021
Imagem: Aryna Sabalenka na terceira rodada de Roland Garros 2021
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

04/06/2021 19h00

A terceira rodada do torneio de Roland Garros começou nesta sexta-feira, com vagas nas oitavas de final em jogo, o dia começou logo com uma cabeça de chave de peso se despedindo: Aryna Sabalenka tombou diante de Anastasia Pavlyuchenkova. O resto da jornada também foi quente, incluindo uma notícia de prisão, candidatos ao título avançando na chave masculina e uma derrota brasileira. O resumão de hoje fala de tudo isso e mais um pouco. É só rolar a página e ficar por dentro...

Ascensão e queda de Aryna

A queda do dia ficou por conta de Aryna Sabalenka, cabeça de chave número 3 do torneio e uma das mais cotadas ao título. A bielorrussa chegou a Roland Garros em alta porque foi vice-campeã do WTA 500 de Stuttgart e campeã do WTA 1000 de Madri. No entanto, nesta sexta, ela esbarrou na solidez da russa Anastasia Pavlyuchenkova, que errou menos e fez 6/4, 2/6 e 6/0. Pavs fez menos winners, mas também deu muito menos pontos de graça. Ela somou 22 e 16, respectivamente, enquanto Sabalenka acumulou 41 bolas vencedoras e 39 erros não forçados.

A maior consequência desse resultado é que, no papel, o caminho de Serena Williams fica menos complicado. A americana, que poderia encarar Petra Kvitova nas oitavas e contou com a desistência da tcheca, que se lesionou fora de quadra, também poderia enfrentar Sabalenka nas quartas. Em vez disso, a veterana de 39 anos vai duelar com Elena Rybakina nas oitavas e, se avançar, jogará contra a vencedora de Victoria Azarenka x Anastasia Pavlyuchenkova.

Serena, é bom lembrar, fez seu dever de casa nesta sexta. Aplicou 6/4 e 6/4, incluindo uma bela virada e cinco games vencidos de forma consecutiva em cima da compatriota Danielle Collins, #50 do mundo.

Entre os homens, os principais candidatos ao título que entraram em quadra foram Alexander Zverev e Daniil Medvedev. Zverev, favorito para alcançar as semifinais, avançou em três sets, mas só depois de salvar três set points contra o sérvio Laslo Djere na segunda parcial. No fim, o placar registrou 6/2, 7/5 e 6/2. Mais tarde, foi a vez de Medvedev, cabeça de chave #2, confirmar seu lugar nas oitavas. Sem drama, ele domou os saques potentes do americano Reilly Opelka, de 2,11m de altura, e aplicou 6/4, 6/2 e 6/4. Nas oitavas, Sascha vai enfrentar o experiente japonês Kei Nishikori, enquanto Daniil terá pela frente o chileno Cristian Garín.

Por fim, na sessão noturna, Stefanos Tsitsipas teve dificuldades contra John Isner por três sets, mas conseguiu uma virada importante e saiu de quadra quase à meia-noite com um triunfo por 5/7, 6/3, 7/6(3) e 6/1. Desde o sorteio da chave, o tenista grego é visto como favorito para alcançar à final. Seu próximo obstáculo será o espanhol Pablo Carreño Busta, que venceu com tranquilidade nesta sexta. Ele fez 6/4, 6/4 e 6/2 em cima do americano Steve Johnson.

Notícia de prisão

A russa Yana Sizikova, número 101 do mundo nas duplas, foi presa em Paris na noite de quinta-feira. Ela é acusada de "corrupção esportiva e fraude em grupo organizado em relação a atos que podem ter sido cometidos em setembro de 2020", período em que foi disputado o torneio de Roland Garros no ano passado.

Sizikova foi detida pouco depois de perder sua estreia na chave de duplas do torneio deste ano. Ela atuou ao lado da russa Ekaterina Alexandrova e foi superada pelas australianas Storm Sanders e Ajla Tomljanovic: 6/1 e 6/1.

A tenista de 26 anos é suspeita de manipular o resultado de uma partida que ela teria perdido de propósito em 2020. A federação russa de tênis aguarda documentos do caso para decidir que medida tomar. Shamil Tarpischev, presidente da entidade há mais de uma década, declaro que "essa é uma história antiga. Há uma organização que está investigando partidas manipuladas, e esta história existe desde outubro. Até que os documentos sejam liberados, não podemos fazer nada. Estamos esperando."

A partida supostamente manipulada não foi revelada pelas autoridades, mas na época do torneio do ano passado, havia comentários nas redes sociais sobre o jogo entre Sizikova e Madison Brengle e as romenas Andreea Mitu e Patricia Maria Tig. Um dos games do duelo, em que Sizikova sacava e teve o serviço quebrado de zero, circulou bastante pelas redes. Veja acima.

Outras cabeças que rolaram

Na chave masculina, dois resultados se destacaram, ainda que não tenham envolvidos os principais candidatos ao título. Primeiro, o italiano Fabio Fognini tombou diante do argentino Federico Delbonis: 6/4, 6/1 e 6/3. Aos 30 anos, Delbo, atual #51, alcança as oitavas de um slam pela primeira vez na carreira e nem será considerado um grande azarão na próxima fase. Seu rival será o jovem espanhol Alejandro Davidovich Fokina (#46), que completa 22 anos de idade neste sábado. Na véspera do aniversário, Fokina eliminou o norueguês Casper Ruud (#16) por 7/6(3), 2/6, 7/6(6), 0/6 e 7/5.

Bruno fora nas mistas

A campanha de Bruno Soares na chave de duplas mistas foi curta este ano. AO lado da chinesa Yifan Xu, o mineiro foi eliminado logo na estreia. Vitória da parceria formada pela americana Desirae Krawczyk e o britânico Joe Salisbury: 6/4 e 6/3.

O que vem por aí

O sábado define os últimos confrontos de oitavas de final em Roland Garros, e a programação tem Elina Svitolina, Novak Djokovic, Iga Swiatek e Roger Federer na Quadra Philippe Chatrier, além de Rafael Nadal na Quadra Suzanne Lenglen.

Os direitos de transmissão pertencem a SporTV e Bandsports. Veja a programação completa aqui.