PUBLICIDADE
Topo

Fãs de Djokovic hostilizam juíza que levou bolada até com desejo de morte

Getty Images
Imagem: Getty Images
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

07/09/2020 17h06

A juíza de linha que levou uma bolada de Novak Djokovic e caiu no chão com falta de ar não teve um dia fácil no day after da desclassificação do número 1 do mundo do US Open. A americana teve uma rede social invadida por fãs do sérvio que deixaram várias ofensas até um desejo de morte nos comentários.

As mensagens, muitas escritas em sérvio e/ou com bandeiras da Sérvia, frequentemente acusavam a árbitra de fingir o mal estar sofrido após levar a bolada no pescoço.

Na primeira mensagem ilustrada abaixo, o usuário escreve que "algum novo Gavrilo Princip" vai encontrá-la. Os livros de história contam que Gavrilo Princip, aos 19 anos, assassinou o arquiduque Francisco Fernando (o mesmo que inspirou o nome da banda escocesa), herdeiro do Império Austro-Húgaro, e sua esposa, Sofia, Duquesa de Hohenberg.

Nas outras imagens - apenas alguns exemplos das muitas ofensas - um usuário escreve: "Espero que você apodreça no inferno por isso. O inferno não tem tanta fúria quanto os fãs de Djokovic desprezados. Mas não importa, você pode ter certeza que um dia o karma virá atrás de você. Você foi o motivo pelo qual o US Open desclassificou o melhor tenista. Novak, espero que você perceba que ela estava fingindo o tempo inteiro. Quantos anos você tem, vovó? 13? Fingindo uma dor de cabeça para não ir à escola? Só que esta parece mais [um trecho de] Harry Potter, quando Draco fingiu ter um braço quebrado para matar o hipogrifo."

Outro comentário diz que "não há lugar no esporte para pessoas que estão acostumadas a tamanhas quantidades de álcool" e foi publicado em um post que mostrava uma garrafa de vinho.

A USTA, federação americana de tênis e organizadora do US Open, informou que a juíza de linha está descansando no hotel sob observação do médico do torneio e que ela espera voltar a trabalhar no evento. A árbitra fechou sua conta no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.