PUBLICIDADE
Topo

Sorteio e formato abrem possibilidade de campeão inédito na Champions

Sorteio das quartas de final da Liga dos Campeões - UEFA - Handout/UEFA via Getty Images
Sorteio das quartas de final da Liga dos Campeões Imagem: UEFA - Handout/UEFA via Getty Images
Rafael Oliveira

Comentarista de futebol com passagens por Esporte Interativo e ESPN. Atualmente no Dazn. Sempre interessado em informações e análises do jogo em qualquer parte do planeta.

10/07/2020 08h55

Atalanta, RB Leipzig, PSG e Atlético de Madrid. Todos eles estão a três vitórias do título europeu. Um deles certamente estará na final da Liga dos Campeões 2019/20. O sorteio colocou os quatro no mesmo lado da chave. Por si só, já é uma das tantas histórias interessantes.

A mudança de formato, com a adaptação ao cenário da pandemia e a realização das fases finais em jogo único, em Lisboa, transforma uma temporada já equilibrada em ainda mais aleatória.

Agora são apenas 90 minutos para definir cada confronto, o que aumenta a imprevisibilidade, entre outros componentes. A diferença de ritmo de jogo é outro componente.

Enquanto italianos, ingleses e espanhóis estarão embalados (ou cansados), os franceses estarão quase parados (já que o campeonato foi encerrado pela pandemia). E os alemães, que retornaram e já terminaram a temporada nacional, estarão descansados ou perderão o ritmo?

Além da indiscutível aleatoriedade, o sorteio também criou duelos muito interessantes. PSG x Atalanta é um choque entre dois dos grandes ataques da Europa no momento, com estilos e exigências completamente diferentes. Atleti x Leipzig terá o encontro de estratégias entre Simeone e Nagelsmann.

O outro lado tem mais peso e tem mais gente. Afinal, são oito times, ainda com oitavas pendentes. Só o Bayern tem o conforto de um ótimo placar na ida contra o Chelsea. Barcelona e Real Madrid, que até poderiam se enfrentar numa semifinal, ainda precisam superar Napoli e Man City, confrontos abertos e perigosos.

As quartas também podem ter Cristiano Ronaldo contra Real Madrid. Ou o temido Bayern contra o instável Barcelona. Mas o Lyon venceu a ida contra a Juve, e o Man City também carrega vantagem contra o time de Zidane.

Com times em estágios diferentes, um formato de mata-mata em jogo único e campo neutro, a Champions League vive um momento mais imprevisível do que nunca, aumentando o equilíbrio que já era evidente.

O principal torneio de clubes da Europa será definido em duas semanas, em agosto, certamente em mínimos detalhes que decidirão uma temporada, como uma Copa do Mundo resume um ciclo de quatro anos ao recorte de um mês.