PUBLICIDADE
Topo

Lei em Campo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Flamengo entra com pedido no STJD e Pedro não jogará Olimpíadas. Entenda

Lei em Campo

Andrei Kampff é jornalista formado pela PUC-RS e advogado pela UFRGS-RS. Pós graduado e mestrando em Direito Desportivo, é conselheiro do Instituto Ibero Americano de Direito Desportivo e criador do portal Lei em Campo. Trabalha com esporte há 25 anos, tendo participado dos principais eventos esportivos do mundo e viajado por 32 países atrás de histórias espetaculares. É autor do livro "#Prass38".

18/06/2021 16h30

Por Gabriel Coccetrone

Diante da negativa de paralisar o Brasileirão durante a Copa América, o Flamengo entra na tarde desta sexta-feira (18), com uma Medida Inominada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pedindo a liberação do atacante Pedro da seleção olímpica e assim poder escalar o jogador na competição nacional, uma vez que seu nome não está 'regularizado' por ter sido convocado oficialmente pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

"O pedido do Flamengo é para que a CBF libere o atleta no sistema, que hoje consta como convocado, portanto sem condição de jogo. Os clubes não são obrigados a liberar atletas para jogos que não são oficiais da Fifa, como é o caso das Olimpíadas", explica Fernanda Soares, advogada especialista em direito desportivo e colunista do Lei em Campo.

Vinícius Loureiro, advogado especializado em direito desportivo, ressalta que o Flamengo poderia ser punido com base no art.207 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) se estivesse vetando a participação de um atleta em competições oficiais (Data Fifa), mas que isso não vale para o caso atual.

O imbróglio envolvendo o nome do atacante ganhou novos capítulos nos últimos dias. Como o tribunal não tem o poder de dizer se a CBF pode ou não convocar o jogador, a entidade brasileira manteve Pedro na lista, apesar do Flamengo ter avisado que não liberaria o atleta, para justamente dificultar uma possível liberação.

Por estar na lista, o Rubro-Negro precisa cobrar da CBF que regularize a situação de Pedro através da ação no STJD. O clube afirma que já conversou com o jogador sobre a decisão de vetá-lo dos Jogos Olímpicos.

No entanto, Pedro ao ter seu nome na lista do técnico André Jardine, comemorou sua convocação em uma postagem nas suas redes sociais. Internamente, o Flamengo não acredita que o desejo do atleta force uma liberação, apesar do desejo de representar a camisa brasileira em Tóquio.

Após a convocação oficial na última quarta-feira (16), o vice de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, conhecido como Bap, desabou nas redes sociais:

"Olímpiadas não é data Fifa. PSG nega Marquinhos e Neymar. CBF aceita. Palmeiras nega Weverton. CBF aceita. Flamengo nega Pedro, CBF convoca. Quem trabalha pelos clubes? Mais do mesmo", escreveu o dirigente em seu Twitter.

A tendência é de que o jogador faça trabalhos físicos para reforçar o Flamengo na próxima semana.

O próximo compromisso do Flamengo é no próximo sábado, contra o Bragantino, às 21h (de Brasília), no Rio de Janeiro.

Nos siga nas redes sociais: @leiemcampo

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL