Julio Gomes

Julio Gomes

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

São Paulo faz papo de 'entregadas' parecer ridículo

Já vimos "entregadas" no futebol brasileiro? Sim, já vimos. Dá para por a mão no fogo por alguém neste meio do futebol? Por poucos. Acho até compreensível que o torcedor médio fale que tal time vai tirar o pé para não ajudar tal rival. E o papo esquenta na reta final de Campeonato Brasileiro, quando os confrontos determinam campeão e rebaixados e há rivalidades históricas envolvidas.

Mas, sinceramente, a conversa de "entregadas" parece ridícula quando vemos o jogo que o São Paulo fez contra o Galo neste sábado. O São Paulo jogou sério até o fim, buscou até o último dos 12 minutos de acréscimos e pareceu bastante incomodado e inconformado com a derrota sofrida nos instantes finais, no Mineirão. Perdendo, o São Paulo, em teoria, atrapalhou o rival Palmeiras - que disputa o título contra o Atlético e outros. Se tivesse tirado pontos do Galo, teria ajudado o Palmeiras. Ficou claro que o São Paulo não estava nada preocupado com isso.

Podemos acrescentar aqui o jogo que o Fluminense fez contra o Santos, no meio de semana. Se perdesse para o Santos, o Flu estaria atrapalhando o rival Vasco. Resultado? 3 a 0 para o Fluminense.

De 12 ou 13 anos para cá, quando as rodadas finais do Brasileiro tiveram vários jogos estranhos, o profissionalismo aumentou no nosso futebol. O desejo da arquibancada, hoje em dia, desce muito menos para o campo do que antes. A influência é menor - ainda bem. Isso acontece porque, entre torcedores e jogadores, há mais camadas de profissionais entre eles. O filtro é bem maior.

Há outro fator: rivalidades estaduais cada vez menos importantes em um cenário de futebol nacional.

Não deveríamos estar aqui aplaudindo o São Paulo por ter feito o básico contra o Atlético. Mas, já sabem, muitas vezes o básico fica de lado em nome de sentimentos mesquinhos. Que bom que as coisas estão melhorando. Espero não queimar a língua de agora até quarta-feira.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes