PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Expulsão de Rodinei foi um erro decisivo para virada do Flamengo

Rodinei após ser expulso contra o Flamengo - Thiago Ribeiro/AGIF
Rodinei após ser expulso contra o Flamengo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

21/02/2021 17h59

A decisão de expulsar Rodinei pelo pisão em Filipe Luís foi completamente exagerada e decisiva na virada do Flamengo para cima do Internacional hoje (21) no Maracanã. O erro de Raphael Claus foi determinante e marca justamente o jogo mais importante do Brasileirão.

Depois de perder seu lateral, a equipe de Porto Alegre precisou recuar para tentar segurar o empate e, quando sofreu o segundo gol, passou a ficar muito exposta nas vezes que subia em busca de igualar o placar novamente.

Ao consultar o VAR, Raphael Claus poderia ver que Rodinei estava de olho o tempo inteiro na bola e acabou encontrando a perna de Filipe Luís no caminho como consequência natural do movimento, algo que é do futebol. O lateral esquerdo se adiantou em relação ao adversário e acabou sofrendo o pisão. Se quisesse ser muito rigoroso, o árbitro deveria no máximo ter aplicado o cartão amarelo por imprudência.

Na entrevista após o jogo, Dourado disse que os próprios atletas do Flamengo disseram que o pisão de Rodinei foi sem intenção e que o cartão amarelo estaria de bom tamanho. Segundo o atleta do Colorado, até mesmo Filipe Luís teria dito ao juiz que o choque foi natural da disputa.

Para piorar, o mesmo Raphael Claus já protagonizou lances semelhantes e optou por não expulsar o jogador em questão, como no vídeo abaixo na partida entre Flamengo e Atlético-MG, na dividida entre Bruno Henrique e Guga.

São lances como esses que viram munição para os que criticam a introdução do árbitro de vídeo no futebol. Ainda assim, é importante frisar, essa mudança tem muito mais acertos do que erros no balanço geral.

Antes mesmo de a bola rolar, os dirigentes flamenguistas já tinham colocado pressão nos bastidores reclamando de árbitros em uma prática bem comum no futebol brasileiro. Os próprios cartolas do Inter também adotaram a mesma prática. Provavelmente por isso, os atletas e os membros da comissão técnica não pararam um minuto sequer de pressionar Claus dentro de campo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL