PUBLICIDADE
Topo

14 Anéis

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

NBB: Franca vence o Flamengo no Jogo 1 e sai na frente nas finais do NBB

Conteúdo exclusivo para assinantes

Daniel Avila

29/05/2022 04h00

Antes da temporada começar, quando os elencos dos dois times ainda estavam sendo montados, muitos já imaginaram que Franca e Flamengo poderiam fazer a final do NBB. Após 32 jogos na temporada regular e seis jogos nos playoffs, as duas equipes cumpriram as expectativas e voltaram a se encontrar em uma final do principal campeonato de basquete do país. O Flamengo, em busca do seu oitavo título, o segundo consecutivo; já o Franca, com a cidade sendo conhecida como a capital do basquete, atrás do seu primeiro troféu no NBB.

Como ficou com a melhor campanha na fase de classificação, Franca tem a vantagem do mando de quadra nas Finais, jogando diante da sua torcida no Pedrocão em três dos possíveis cinco jogos das Finais, incluindo esse Jogo 1. E foi empurrado pela sua torcida que o Franca começou a partida apostando na força do seu ataque, tendo a maior média de pontuação nos playoffs com 84,4 pontos anotados por partida. O Flamengo conseguiu se recuperar ao longo do quarto, com bons momentos de Yago e Rafael Mineiro, rodando bem a bola e achando a melhor oportunidade para pontuar, e os dois times terminaram os primeiros 10 minutos empatados em 20 pontos.

O segundo quarto começou com as duas equipes cometendo alguns erros, com dificuldade em pontuar. Tanto Franca e Flamengo mudavam constantemente seu quinteto em quadra, tentando aproveitar o momento ruim dos ataques para poder abrir a diferença no placar. Na metade final do quarto, a equipe paulista finalmente conseguiu se acertar e focou mais no jogo dentro do garrafão, utilizando muito bem dois dos seus destaques, Lucas Mariano e Lucas Dias para ir ao intervalo vencendo por 41 a 32.

Um destaque à parte desse nessa final, além do confronto dentro de quadra, é o duelo entre os técnicos de ambas as equipes, que também vai ser fundamental para a disputa do título. Gustavo de Conti, do Flamengo, é o técnico da seleção brasileira masculina, e Helinho, do Franca, é seu assistente técnico com a amarelinha. Os dois treinadores foram inclusive indicados ao prêmio de melhor treinador da temporada. E, na volta do intervalo, Gustavinho foi superior nos ajustes. O Flamengo voltou com uma postura diferente nos dois lados da quadra, chegando a passar à frente no placar. Franca conseguiu se recuperar, e com seus principais jogadores mais apagados sobrou para o veterano David Jackson, ex-jogador do Flamengo, puxar a recuperação da equipe francana e manter uma diferença de sete pontos para o último quarto.

Nos dez últimos minutos, brilhou a estrela de Lucas Mariano. Eleito o melhor jogador do NBB ano passado, vestindo a camisa do São Paulo, o pivô chegou no Franca nesta temporada e evoluiu muito seu jogo em 2022. A dupla de garrafão Lucas Mariano e Lucas Dias, do Franca, comandaram o ataque no último quarto, combinando para 12 pontos e empurrando uma diferença no placar que chegou a ser de 16 pontos. O Flamengo ainda tentou a reação nos últimos minutos, mas não foi o suficiente para conseguir a virada. Franca venceu por 85 a 79, abrindo um a zero na final do NBB.

Lucas Mariano e Lucas Dias foram os cestinhas da partida, com 20 pontos. Georginho, outro ex-MVP de Franca, comandou o ataque da equipe paulista e contribuiu com 17 pontos. No lado do Flamengo, destaque para Yago e Lucas Martínez, que fizeram 15 pontos. Olivinha, MVP das finais de 2018-19 quando o rubro-negro venceu justamente o Franca em cinco jogos, fez 14 pontos.

Agora a série vai para o Maracañazinho, para o jogo 2, na quinta-feira (02), às 19h15, quando o Flamengo tentará igualar a série.