PUBLICIDADE
Topo

Basquete

NBA se manifesta após condenação de policial pela morte de Floyd: 'Justiça'

19.abr.2021 - Manifestantes protestam do lado de fora do tribunal durante o julgamento do ex-policial acusado de assassinar George Floyd em Minneapolis, Minnesota - Chandan Khanna/AFP
19.abr.2021 - Manifestantes protestam do lado de fora do tribunal durante o julgamento do ex-policial acusado de assassinar George Floyd em Minneapolis, Minnesota Imagem: Chandan Khanna/AFP

Colaboração para o UOL

20/04/2021 20h07

A NBA divulgou, no início da noite desta terça-feira, um comunicado oficial depois do ex-policial Derek Chauvin ter sido considerado culpado pelas acusações que envolveram o assassinato de George Floyd. Na nota, a principal liga de basquete do mundo falou em 'justiça feita'. O comissário Adam Silver e a diretora executiva da Associação Nacional de Jogadores de Basquete, Michele Roberts, assinaram o comunicado.

"O assassinato de George Floyd foi um ponto crítico de como nós vemos a raça e a justiça em nosso país, e nós estamos satisfeitos que a justiça parece ter sido feita", diz trecho do comunicado.

George Floyd foi assassinado em Minneapolis, nos Estados Unidos, no dia 25 de maio de 2020. O então policial Derek Chauvin ajoelhou-se sobre o pescoço da vítima durante uma abordagem. Chauvin permaneceu mais de oito minutos ajoelhado sobre Floyd. A sentença do ex-policial deve ser anunciada em oito semanas, e Chauvin pode ficar na prisão por até 75 anos.

O Minnesota Timberwolves, franquia da NBA da região na qual o assassinato aconteceu, também publicou uma nota oficial nesta terça após a decisão da condenação de Derek Chauvin.

"Estamos esperançosos que a decisão de hoje servirá como um passo adiante, mas ela não diminui a dor física e emocional que continua em um ambiente onde o racismo sistêmico existe".

Basquete