PUBLICIDADE
Topo

Malone explica ausência em série de Jordan: 'Eu era filho da p... também'

"nunca achei que estava jogando contra Michael Jordan, e sim, contra o Chicago Bulls", disse Karl Malone - Garrett Ellwood/NBAE via Getty Images
"nunca achei que estava jogando contra Michael Jordan, e sim, contra o Chicago Bulls", disse Karl Malone Imagem: Garrett Ellwood/NBAE via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/05/2020 20h29

Karl Malone mostrou não ter gostado da série documental "Arremesso Final", coproduzida por ESPN e Netflix. A produção gira em torno da temporada 1997/1998 do Chicago Bulls, a última de Michael Jordan na franquia.

Os Bulls acabaram conquistando o título da temporada, vencendo o Utah Jazz nas finais por 4 a 2. Astro do Jazz na ocasião, Malone se recusou a dar entrevista para a série — e, em entrevista à ESPN, explicou o porquê.

"Tenho o maior respeito por Michael, mas nunca achei que estava jogando contra Michael Jordan, e sim, contra o Chicago Bulls", disse Malone.

"Todo mundo diz que este cara (o próprio Malone) era um cara mau e tudo mais. Bem, sim, respeito a eles. Mas tenho um jeito. Sou homem e também era um filho da p*ta. Então é assim que eu olho para isso, e é quem eu sou", acrescentou.

O diretor da série, Jason Hehir, disse nesta semana que Malone se recusou a participar das gravações, mas não se mostrou surpreso.

"Convidamos ele várias vezes. Acredite, esgotamos quase todas as vias. Começamos a gravar em janeiro de 2018 porque sabíamos que Malone seria um registro difícil", contou.

Basquete