PUBLICIDADE
Topo

PT decide manter apoio a Freixo no Rio, com Ceciliano como nome ao Senado

Deputado federal Marcelo Freixo (PSB) e Lula - Reprodução/Twitter
Deputado federal Marcelo Freixo (PSB) e Lula Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL, em Maceió

19/05/2022 16h14

O PT (Partido dos Trabalhadores) decidiu manter apoio ao deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) na disputa pelo governo do Rio de Janeiro, e confirmou o nome do deputado estadual André Ceciliano (PT) como pré-candidato ao Senado na mesma chapa.

Em publicação nas redes sociais, o deputado federal José Guimarães (PT-CE), coordenador do Grupo de Trabalho Eleitoral do PT, comunicou que, durante uma reunião realizada na última terça-feira (17), ficou mantida a aliança entre o PT e o PSB para apoiar a candidatura de Freixo na disputa pelo Executivo fluminense.

O parlamentar salientou, porém, que o PT solicitará ao PSB a validação do acordo nacional entre os partidos, o que inclui a pré-candidatura de Ceciliano ao Senado. O PSB tem apontado o deputado federal Alessandro Molon como o candidato da sigla na disputa a senador pelo estado.

"O Grupo de Trabalho Eleitoral do PT, ao avaliar o quadro eleitoral do Rio de Janeiro, bem como a importância do estado no panorama eleitoral nacional, resolve: 1 - Ratificar a manutenção da aliança entre PT e PSB; 2 - Confirmar as candidaturas de Marcelo Freixo para o governo do Estado, e a de André Ceciliano para o Senado; 3 - Solicitar ao PSB a validação do acordo nacional, que inclui a manutenção das referidas candidaturas", publicou Guimarães.

PT vê Freixo como entrave para Lula no Rio

Apesar de ser bastante próximo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Freixo é visto como um entrave, por sua alta rejeição, para a candidatura do petista no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao Estadão, o secretário nacional de Comunicação do PT, Jilmar Tatto, disse que a sigla contratou uma pesquisa qualitativa para medir o impacto de Freixo na candidatura de Lula e, inclusive, o partido não descarta lançar um nome próprio na disputa pelo governo, fazendo uma coligação com o PSD ou um palanque duplo.

"Estamos muito preocupados com o Rio de Janeiro. Fizemos reunião do Grupo de Trabalho Eleitoral. Contratamos uma pesquisa. A candidatura de Freixo pode estar estreitando a campanha do Lula", disse.

A declaração de Tatto ocorreu antes do comunicado emitido por José Guimarães confirmando o apoio do PT a Marcelo Freixo.

Castro lidera e Freixo aparece em segundo, diz pesquisa

Pesquisa Genial/Quest com intenções de votos para o governo do Rio de Janeiro divulgada na última terça-feira (17) mostrou que o governador Cláudio Castro (PL) lidera a disputa pelo Palácio Guanabara, com 25%, seguido por Marcelo Freixo na segunda posição, com 18%. O ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT) aparece no terceiro lugar com 8%.

O Instituto Quaest também ouviu os eleitores do Rio de Janeiro sobre a disputa pela vaga ao Senado. O ex-jogador Romário (PL-RJ) lidera a corrida, com 19% das intenções, seguido por Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), com 11%, e Alessandro Molon, no quarto lugar, com 10%.