PUBLICIDADE
Topo

Pesquisadores da USP criam áudios para combater fake news sobre vacinas

Áudios de pesquisadores da USP esclarecem dúvidas sobre vacinas - Reprodução/ Instagram
Áudios de pesquisadores da USP esclarecem dúvidas sobre vacinas Imagem: Reprodução/ Instagram

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

25/01/2021 04h00

Pesquisadores da USP criaram uma série de mensagens de áudio para combater informações falsas sobre vacinas. A ideia é conter a onda de fake news transmitidas por WhatsApp em tempos de pandemia.

O projeto, desenvolvido em conjunto com a União Pró-Vacina, surgiu a partir de uma análise dos conteúdos recebidos por aplicativos de mensagens pelos próprios integrantes.

"Grande parte das fake news sobre vacinas e coronavírus são disseminadas por áudios enviados por pessoas que estão conversando com alguém da família. Isso viraliza muito mais do que vídeos e qualquer informação correta", diz o estudante de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP Wasim Syed, em entrevista ao Jornal da USP.

Syed também faz parte da União Pró-Vacina, uma iniciativa que reúne instituições acadêmicas e de pesquisa, poder público, institutos e órgãos da sociedade civil para combater a desinformação sobre vacinas, planejando e coordenando atividades conjuntas, como produção de material informativo, combate às informações falsas e até o desenvolvimento de games.

Cada áudio, que pode ser facilmente baixado e compartilhado, apresenta uma pergunta relacionada ao coronavírus e, a seguir, a resposta de um especialista. "Como a Coronavac é feita" e "O que é a eficácia de uma vacina e como descobrimos isso" estão entre os conteúdos disponíveis.