PUBLICIDADE
Topo

Aplicativo rastreia pegada de carbono dos consumidores na hora das compras

Aplicativo CoGo rastreia pegada de carbono dos consumidores - Divulgação
Aplicativo CoGo rastreia pegada de carbono dos consumidores Imagem: Divulgação

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

22/01/2021 04h00

Um aplicativo desenvolvido na Nova Zelândia promete auxiliar consumidores a fazer compras de maneira mais ética ao rastrear a pegada de carbono em tempo real.

Descrito como "o primeiro mecanismo de recomendação ética", o CoGo foi criado pelo ambientalista neozelandês Ben Gleisner com o intuito de ajudar as pessoas a direcionar seus gastos para empresas com boas práticas de responsabilidade social e ambiental.

Ao baixar o app, o usuário conecta a ferramenta à sua conta bancária e escolhe as questões que mais o preocupam, como clima, alimentação orgânica, e assim por diante. O cálculo da pegada de carbono é feito em tempo real, vinculado diretamente às transações de gastos e estilo de vida. Os criadores garantem que os dados permanecem seguros e protegidos.

Até agora o CoGo tem 20 mil empresas listadas no Reino Unido, todas aprovadas por parceiros como Carbon Trust e Sustainable Restaurant Association, por exemplo.

Além de ajudar a incentivar compras mais sustentáveis, o aplicativo permite que os usuários compensem as emissões de carbono doando para projetos supervisionados pela consultoria suíça South Pole, que atua em parceria com empresas propondo formas de reduzir as emissões de carbono em diversos setores da economia.

O CoGo também sugere maneiras de reduzir ainda mais o impacto dos usuários propondo ações como compostar restos de comida e alugar roupas em vez de comprar peças novas. Estender a vida útil de uma roupa em apenas três meses pode levar a uma redução de 5 a 10% em cada pegada de carbono, água e resíduos.