PUBLICIDADE
Topo

Festival online gratuito destaca protagonismo feminino na cultura urbana

A artista paraibana Bixarte - Divulgação
A artista paraibana Bixarte Imagem: Divulgação

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

23/10/2020 12h00

Lugar de mulher? Pergunte a ela. Ou apenas observe... A arte urbana, por exemplo, vem sendo construída por cantoras, MCs, DJs, grafiteiras e coletivos femininos que contribuem com suas obras para uma cultura mais plural e democrática. Mostrar esse protagonismo é o principal intuito do Festival Conexões Urbanas Femininas - Impressões Femininas na Cultura de Rua.

O evento online e gratuito, que tem Karol Conká como embaixadora, acontece de 29 de outubro a 1º de novembro com oficinas, bate-papos, shows e DJ sets. Nos três primeiros dias as atrações acontecem no YouTube do festival, que se encerra pelo Twitch, no canal de cada artista.

Entre as participantes está a cantora, compositora, poetisa e rapper Bixarte, que canta e recita sobre o que vive e também sobre a urgência de falar sobre corpos invisibilizados. Bicampeã do Slam estadual da Paraíba e finalista do Slam Brasil, lançou aos 18 anos seu primeiro trabalho musical, "Revolução", e, aos 19, a mixtape "Faces" e "Faces Remix".

"As mulheres sempre são questionadas sobre sua capacidade profissional e artística dentro da cultura urbana. Nossa conexão é para que possamos nos fortalecer, nos qualificando e gerando nossas próprias oportunidades, para que possamos estar inseridas na cultura, vivendo e sustentando nossos filhos e filhas através do nosso trabalho na cultura hip hop", afirma a DJ Donna, idealizadora do festival.

Ganhadora do Prêmio Women's Music Event Awards de 2018 na categoria de Melhor DJ, ela foi uma das primeiras mulheres a se destacar na cena de Brasília nos anos 2000.