PUBLICIDADE
Topo

Fiat Argo e Cronos zeram nota em teste de impacto; VW Taos leva 5 estrelas

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/12/2021 11h13Atualizada em 03/12/2021 12h37

O Latin NCAP divulgou hoje sua nova rodada de testes de impacto. Nesta avaliação, Fiat Argo e Cronos zeraram a respectiva nota, enquanto o Volkswagen Taos ficou com cinco estrelas, que é a avaliação máxima.

De acordo com o instituto independente de segurança viária para veículos comercializados na América Latina e no Caribe, os compactos da Fiat foram reprovados por conta do mau desempenho no teste de impacto lateral, oferecendo "baixa e proteção para o ocupante adulto". Na avaliação anterior, realizada em 2019 sob protocolos menos exigentes, Argo e Cronos ficaram com três estrelas.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Já o VW Taos foi o primeiro modelo a levar cinco estrelas segundo os mais exigentes critérios do Latin NCAP, adotados desde dezembro do ano passado. O SUV atingiu 90,23% em proteção de ocupantes adultos, 89,90% de crianças, 60,61% de pedestres e 85,04% em sistemas de assistência à segurança.

Fiat Cronos e Argo apresentaram proteção pobre no impacto lateral para o ocupante adulto, zerando nota - Reprodução - Reprodução
Fiat Cronos e Argo apresentaram proteção pobre no impacto lateral para o ocupante adulto, zerando nota
Imagem: Reprodução

Por sua vez, a dupla da Fiat ficou, respectivamente, com 24,37%, 9,91%, 36,91% e 6,98% nos mesmos quesitos. Segundo o instituto, os compactos tiveram o pior desempenho, dentre todos os modelos já avaliados, no que se refere à proteção de pedestres, verificada desde o ano passado.

Conforme a Stellantis, controladora da Fiat, "todos os seus veículos cumprem as recomendações e normas homologatórias vigentes ligadas à segurança".

Os três veículos avaliados passaram por testes de impacto frontal, lateral, lateral de poste, chicotada cervical e proteção de pedestres - além da verificação dos sistemas de assistência já mencionada.

No caso do Taos, o veículo avaliado traz de série seis airbags, controles de tração e estabilidade e Isofix, que tiveram "bom desempenho". O SUV também oferece como opcional frenagem automática de emergência, item disponível em pelo menos, 50% do volume de produção, atendendo os requisitos do instituto.

Taos apresentou boa integridade estrutural  e assistentes à segurança contribuíram para as 5 estrelas - Reprodução - Reprodução
Taos apresentou boa integridade estrutural e assistentes à segurança contribuíram para as 5 estrelas
Imagem: Reprodução

Já Argo e Cronos trazem dois airbags frontais e Isofix, mas não oferecem controles de estabilidade na configuração avaliada, de entrada.

O Latin NCAP afirma que o hatch e o sedã, que compartilham plataforma, apresentaram proteção no impacto frontal "de média a baixa" e proteção no impacto lateral "pobre" para o ocupante adulto, o que zerou a nota geral.

A falta de airbags laterais como equipamento padrão e a baixa pontuação de chicote cervical também contribuíram para a baixa performance.

"As cinco estrelas do Taos são um marco nos mais recentes protocolos do Latin NCAP e representam o desafio para todos os fabricantes buscarem a mais alta classificação por estrelas. O Argo/Cronos decepcionou com um resultado zero estrela, mas ficamos felizes e ansiosos pelo compromisso da Fiat em melhorar o modelo", afirma Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP.

Critérios mais rígidos já zeraram nota de Duster, HB20 e Ka

Renault Duster teve nota zerada em teste realizado em setembro pelo instituto de segurança viária - Reprodução - Reprodução
Renault Duster teve nota zerada em teste realizado em setembro pelo instituto de segurança viária
Imagem: Reprodução

Após o Latin NCAP anunciar, em outubro de 2021, os novos protocolos para testes de impacto, Ford Ka, Hyundai HB20, Renault Duster e Fiat Cronos e Argo tiveram as respectivas notas rebaixadas para zero.

Os mesmos carros, em configuração idêntica, receberam aprovação em testes anteriores do instituto, com notas entre três e quatro estrelas.

Já o Toyota Yaris teve a nota diminuída de quatro para apenas uma estrela em avaliação realizada em outubro de 2021.

Uma das principais causas para as reprovações é que os critérios atuais não têm mais uma classificação por estrelas separada para adultos e crianças.

Agora, uma única classificação por estrelas integra quatro aspectos das avaliações nas áreas chave mencionadas acima, cada uma com seu respectivo percentual. Para se ter uma boa pontuação, é necessário ir bem nas quatro categorias.

Ir muito mal em algum dos quesitos, especialmente no que se refere a problemas estruturais decorrentes do impacto, é quase garantia de nota zero.

"Baixo desempenho em apenas um aspecto significa um resultado final baixo, mesmo que os outros três ofereçam bom desempenho", alerta o Latin NCAP.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.