PUBLICIDADE
Topo

Mobilidade


Táxi autônomo compartilhável da GM deve ter produção iniciada em 2022

Cruise Origin - Divulgação
Cruise Origin Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

27/01/2020 09h46

Depois de anuncia-lo na última semana, a Cruise - fabricante de carros autônomos sob o guarda-chuva da General Motors - confirmou que seu táxi robô Origin entrará em produção no ano de 2022.

O veículo compartilhável deverá ser construído na fábrica de Detroit-Hamtramck, onde o presidente da GM, Mark Reuss fará um anúncio durante esta segunda-feira, segundo o site Automotive News.

O The Detroit News informa que a companhia irá anunciar um investimento de US$ 2,2 bilhões (R$ 9,2 bi) na fábrica, que iria fechar no último ano. A fonte da publicação é um e-mail do vice-presidente executivo da GM, Gerald Johnson, que diz que a fabricante utilizará o local para produzir picapes elétricas, SUVs e veículos autônomos.

A primeira das picapes elétricas - que pode ser o novo Hummer - começará a ser produzida em 2021 e deve criar mais de 2.200 empregos. Isso faria a montadora se preparar para o início da fabricação do Origin em 2022, quando planeja já ter solucionado os problemas legais relacionados à venda de veículos autônomos.

Sem precisar de motorista, o Cruise Origin tem vida útil estimada em 1 milhão de milhas, ou 1.609.344 km. Segundo a empresa, uma família da cidade de San Francisco, nos EUA, pode economizar até US$ 5 mil (R$ 21 mil na conversão atual) por mês utilizando o Origin em vez de um carro de passeio normal.

Além do Origin e do Hummer, a fábrica de Detroit deve também ser a responsável pela produção do Cadillac Escalade e do GMC Sierra, que devem iniciar a fabricação apenas em 2023.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

Mobilidade