Topo

Cultura do carro


Civic e Corolla são sucessos no Brasil, mas vendem pouco no Japão

Corolla no Japão? Só em foto de divulgação mesmo: sedã é raridade nas ruas - Divulgação
Corolla no Japão? Só em foto de divulgação mesmo: sedã é raridade nas ruas
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em Tóquio (Japão)

26/10/2019 04h00

O Toyota Corolla nada de braçada nas vendas de sedãs médios no Brasil, com o Honda Civic na vice-liderança.

A situação, porém, é bem diferente no Japão, já que é quase impossível encontrar um dos sedãs circulando pelas ruas.

Das 5,27 milhões de unidades emplacadas no país em 2018, apenas o Corolla figura entre os 10 mais vendidos.

Enquanto isso, no Brasil, a Toyota emplacou 59.062 unidades do Corolla. O número é bastante expressivo considerando que o Honda Civic teve 25.942 emplacamentos durante todo o ano passado.

Civic foi, mas voltou

O Civic é fabricado em Saitama desde 2017, mas nem sempre foi assim.

O modelo deixou de ser produzido (e vendido, obviamente) no Japão em 2011. O motivo foi a queda nas vendas, que coincidiu com o aumento na procura pelo Fit. Hoje, o Civic não figura nem entre os 30 modelos mais vendidos do Japão.

Civic não está nem entre os 30 modelos mais vendidos no mercado japonês - Divulgação
Civic não está nem entre os 30 modelos mais vendidos no mercado japonês
Imagem: Divulgação

Atualmente, a linha Civic é composta pelas versões hatch (incluindo o esportivo Type R) e sedã. As variações do hatch, inclusive, são importadas da Inglaterra.

Corolla: longe de ser unanimidade

Ser o carro mais vendido do mundo não significa que o Corolla vai bem em seu país natal.

O modelo foi apenas o oitavo mais vendido em 2018 com 89.910 unidades.

É pouco perto dos 136.642 Nissan Note (o líder de vendas no Japão) comercializados durante o ano passado.

O Corolla tem uma gama completa de modelos, nas carrocerias hatch, sedã e perua.

Cultura do carro