Topo

Honda Civic 2020

Preços, versões e tudo o que você precisa saber sobre o sedã

Do UOL, em São Paulo

27/10/2019 04h00

Não parece, mas o Honda Civic mudou um pouquinho em sua versão 2020. Em termos visuais, os apliques cromados no para-choque dianteiro e no traseiro são as novidades no design que já é conhecido do público desde que a geração atual chegou ao mercado, em 2016.

Na versão topo de linha, a Touring, os bancos podem vir nas cores cinza ou preta, dependendo da cor da carroceria. Nesta versão, o carro vem bem equipado, com carregador de celular por indução, sistema de som com dez alto-falantes e banco do motorista com ajuste lombar elétrico.

Fato é que o sedã já agrada o seu público fiel, que quer conforto sem abrir mão da performance. Se é isso o que você mais leva em consideração na hora de escolher um carro, então o Civic continua sendo sua melhor pedida dentro da categoria.

Avaliação: Civic 2020 é boa opção, mas corre atrás do Corolla

Nada mudou na motorização do novo Civic. Isso significa que todas as versões menos a topo de linha ainda possuem motor 2.0 aspirado i-VTEC flex. Na Touring, o veículo conta com propulsor 1.5 turbo que utiliza apenas gasolina.

O maior problema foi o fato de a Honda não ter trazido para a versão brasileira do Civic o pacote Sensing, que tem dispositivos importantes de seguranças como frenagem automática de emergência, piloto automático adaptativo e alerta de permanência em faixa.

Outra novidade deste ano é o fim do câmbio manual. Agora, todas as transmissões são CVT - incluindo a da versão Sport.

Na guiada, o Civic não mudou. A experiência de dirigir o sedã japonês é boa como sempre foi, com respostas rápidas e precisas, apresentando uma guiabilidade muito mais esportiva do que a do seu concorrente Corolla.

Portanto, para quem gosta e valoriza a experiência de condução na hora de escolher um automóvel, talvez o Civic seja a melhor opção nesta categoria.

Inclusive, é por isso que ele segue tendo um bom público cativo, que gosta destas características e continua o consumindo, apesar de suas poucas mudanças frente ao Corolla 2020, que, entre outras coisas, vem com motorização híbrida flex.

Leia a avaliação completa.

Valores da revisão/garantia (qualquer versão)

10.000 km ou 1 ano: R$ 304,74
20.000 km ou 2 anos: R$ 492,85
30.000 km ou 3 anos: R$ 545,51
40.000 km ou 4 anos: R$ 1.574,62
50.000 km ou 5 anos: R$ 545,51
60.000 km ou 6 anos: R$ 1.500,24
70.000 km ou 7 anos: R$ 545,51
80.000 km ou 8 anos: R$ 1.574,62
Garantia: 3 anos

Concorrentes

O principal concorrente do Honda Civic é o Toyota Corolla, líder do segmento de sedãs médios no Brasil. O Civic é o segundo carro mais vendido na categoria, mas enfrenta um déficit relativamente importante em relação ao rival. Até agosto ele vendeu cerca de 2.500 unidades a menos que o Corolla por mês.

A lista de concorrentes do Civic inclui Chevrolet Cruze, Volkswagen Jetta, Nissan Sentra, Citroen C4 Lounge e Kia Cerato.