Topo

Testes e lançamentos


Após GM confirmar fim de sedãs, Cadillac decide manter CT6 e apresenta CT5

Cadillac CT5 - Divulgação
Cadillac CT5
Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo

18/03/2019 14h53

Resumo da notícia

  • Cadillac repensa os planos para o CT6, seu sedã de topo
  • Produção seria encerrada em junho, com a edição especial CT6-V limitada
  • GM anuncia a chegada de um novo modelo, o CT5 2020

Em novembro do ano passado, a GM anunciou o fechamento de cinco fábricas na América do Norte e, com isso, o fim da produção de modelos como Chevrolet Cruze, Volt e Impala, Buick LaCrosse e Cadillac XTS e CT6. Segundo a empresa, os clientes haviam perdido o interesse em sedãs em detrimento aos SUVs - e números de mercado corroboram essa afirmação.

Aparentemente a Cadillac repensou os planos para o CT6, seu sedã de topo. O carro teria sua produção encerrada em junho, com a edição especial CT6-V limitada, inicialmente, a 275 unidades.

As reservas foram imediatas, fazendo com que a marca anunciasse uma "segunda leva" de produção, sem informar a quantidade de carros fabricados, e ainda aumentasse o preço inicial, de US$ 88.790, em US$ 4 mil.

Representantes da Cadillac afirmaram que "a intenção nunca foi colocar o CT6 no pelotão de corte", e ainda que uma nova geração do modelo está em desenvolvimento, contrariando as afirmações iniciais de que o carro seria descontinuado.

Divulgação
Imagem: Divulgação
O veículo será construído na nova plataforma de arquitetura modular VSS-R, que substituirá as plataformas Alpha e Omega. O projeto já tem até codinome: 7ESL, em que 7 representa a arquitetura, E o segmento, S a carroceria sedã e L a marca Cadillac.

E os sedãs parecem não estar tão condenados assim. Além das mudanças de planos para o CT6, a marca anunciou a chegada de um novo modelo, o CT5 2020, que será revelado no Salão de Nova York, em abril.

Mais compacto, deve substituir o CTS na gama. Serão duas opções de motor: 2.0 turbo de quatro cilindros com 268 cv e 40,8 kgfm de torque, e 3.0 V6 biturbo, de 420 cv e 59,4 kgfm. Ambas trabalharão em conjunto a um câmbio automático de 10 marchas. O acabamento será similar ao dos crossovers XT4 e XT6, com duas versões, Sport e Luxury.

Mais Testes e lançamentos