Topo

Cultura do carro


Os carros feitos pela VW nos 20 anos da fábrica de São José dos Pinhais

Fábrica paranaense iniciou atividades em 1999 produzindo VW Golf e Audi A3 - Divulgação
Fábrica paranaense iniciou atividades em 1999 produzindo VW Golf e Audi A3
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/02/2019 07h00

O Volkswagen T-Cross será o sexto modelo diferente fabricado pelas marcas Volkswagen e Audi na unidade de São José dos Pinhais (PR). Com 20 anos recém-completados, a fábrica foi inaugurada em janeiro de 1999 e está entre as mais modernas mantidas pelo Grupo Volkswagen no mundo.

Em duas décadas, foram entregues 2,6 milhões de carros das duas marcas. E a unidade não ficou parada no tempo. Quase todos os veículos feitos no Paraná atualmente são fabricados sobre a base modular MQB, a mais versátil e vantajosa da Volkswagen.

O SUV derivado do Polo, inclusive, não é o primeiro SUV produzido por lá -- a primazia coube ao Audi Q3. Ele e o Volkswagen Fox, aliás, são os modelos mais "antigos" em linha agora -- os únicos não produzidos sobre a MQB ali.

Aproveitando a estreia do T-Cross, UOL Carros relembra a cronologia da fábrica e quais modelos foram e são produzidos nos arredores de Curitiba.

Rápida Cronologia

- 1999: São José dos Pinhais é inaugurada com produção de Golf e Audi A3. 

- 2003: Volkswagen Fox entra em produção na unidade.

- 2005: Altinho aventureiro, CrossFox começa a ser produzido.

- 2012: Projeto Fox BlueMotion, sem tanquinho de partida a frio, marca 2 milhões de unidades feitas no PR

- 2013: VW investe R$ 520 milhões para trazer plataforma MQB. "Alvo" é novo Audi A3, mas surpresa é fabricação também do Golf 7.

- 2015: Início da fabricação do Audi A3 Sedan. 

- 2016: Início da fabricação do Golf 7 no Brasil. Ano também vê a fabricação do SUV premium Audi Q3. 

- 2018: Anúncio de nova modernização com investimento de R$ 2 bilhões.

- 2019: Início da produção do T-Cross, primeiro SUV compacto nacional da VW.

Carros fabricados em São José dos Pinhais

  • Murilo Góes/UOL

    Volkswagen Golf

    O Golf foi o primeiro modelo fabricado em São José dos Pinhais. O modelo de 1999 era praticamente idêntico ao alemão e até a rara versão VR6 (de 200 cv e apenas duas portas) foi produzida no Paraná para exportação. Durante os 15 anos de produção, o hatch passou por uma controversa reestilização, apelidada de "Golf 4,5". Apenas em 2014 é que o carro foi descontinuado, finalmente cedendo espaço à sétima geração do carro, que começou a ser feita localmente no ano seguinte.

  • Divulgação

    Audi A3 (1999)

    O A3 teve a missão de inaugurar a fábrica paranaense ao lado do Golf. Era o carro nacional mais moderno da época, que tinha motores 1.6 (101 cv) e 1.8 turbo (150 cv e 180 cv). Fez muito sucesso na época, mas deixou de ser produzido lá em 2006 com a chegada de uma nova geração, mais moderna e refinada -- o que inviabilizou a continuidade da fabricação no país.

  • Divulgação

    Volkswagen Fox

    O Fox foi lançado em 2003 para ser uma alternativa mais moderna ao Gol e mais espaçosa frente ao Polo. Deste segundo modelo, aliás, vinha a plataforma PQ-24. Ganhou fãs pelo bom espaço interno e o jeitão de minivan. Apesar do acabamento simples até demais (falha corrigida com o passar dos anos), fez até uma família, formada pelo aventureiro CrossFox e a perua SpaceFox. O Fox passou por duas reestilizações (em 2006 e 2014) e se mantém firme e forte no mercado, mesmo com a chegada do novo Polo.

  • Murilo Góes/UOL

    Audi A3 Sedan

    A Audi voltou a fabricar carros na fábrica paranaense no fim de 2015. Após um investimento de R$ 500 milhões na modernização e preparação das instalações, a marca iniciou a produção do A3 Sedan. O carro foi o primeiro modelo flex lançado pela marca no mercado brasileiro. Porém, o modelo trocou suspensão (eixo de torção em vez de multilink) e câmbio (automático com conversor de torque em vez de automatizado de dupla embreagem) antes de ser nacionalizado.

  • Murilo Góes/UOL

    Audi Q3

    No começo de 2016, a Audi produziu a primeira unidade do Q3 equipado com o mesmo motor 1.4, mas inicialmente apenas a gasolina. Só no ano seguinte é que o SUV ganhou a tecnologia flex. Diferente do A3, o Q3 não sofreu modificações para ser fabricado aqui.

  • Murilo Góes/UOL

    Volkswagen T-Cross

    O sexto carro produzido em São José dos Pinhais em duas décadas é o T-Cross. O SUV compacto será vendido nas motorizações 1.0 e 1.4 turbinadas e com preços variando de R$ 84.990 a R$ 109.990.

Mais Cultura do carro